Jesus Cristo

Líder e profeta visto como Rei dos judeus

Jesus Cristo foi um líder e profeta que nasceu na cidade de Belém da Judeia. Ele é denominado como o Rei dos Judeus e visto pelos adeptos como o filho de Deus. O livro sagrado que narra a história de Cristo é a Bíblia.

Jesus Cristo é visto como o Reio dos judeus.
Representação da imagem de Jesus Cristo. (Foto: Pixabay)

A gravidez de Maria

A história do nascimento de Jesus Cristo, principal figura do cristianismo, é revelada na Bíblia no livro de Mateus no capítulo 1: 18-25, e também no evangelho de Lucas no capítulo 1:26–38.

De acordo com o texto, a Virgem Maria estava prometida em casamento a José. No entanto, antes que se unissem ela foi agraciada com a gravidez concebida pelo Espírito Santo. Conforme o livro, a notícia foi dada a ela por meio do anjo Gabriel.

A história aponta que José não queria expor a prometida à desonra pública. Por isso, pretendeu anular o casamento secretamente. Porém, um anjo enviado por Deus falou para José em sonho para não deixá-la tendo em vista que o filho que Maria havia geraria procedia do Espírito Santo.

O anjo mensageiro informou ainda que o nome a ser dado a criança precisava ser Jesus porque ele era enviado para salvar o povo dos pecados. Ao acordar, José fez o que o anjo havia ordenado e recebeu a Virgem Maria como esposa.

O nascimento de Jesus

O evangelho de Lucas ( Capítulo 2:4-7 ) descreve o nascimento de Jesus na cidade de Nazaré, província romana da Judeia. Maria e José estavam de passagem pelo local e, cumprindo-se o período de gestação, Maria deu à luz e envolveu o menino em panos e deitou-o em uma manjedoura.

Depois do nascimento de Jesus os três Reis Magos chamados de Baltazar, Gaspar e Melchíor seguiram a Estrela de Belém que apontava o local onde Jesus nasceu. O objetivo deles era adorar o Rei dos Judeus. Ao saber disso, o Rei Herodes ordenou matar todos os garotos da cidade com menos de dois anos. No entanto, Maria e José escaparam para o Egito. Após a morte de Herodes eles voltaram para Nazaré.

A data do nascimento de Jesus Cristo não é narrada no livro sagrado. No entanto, culturalmente celebra-se o seu nascimento no dia 25 de dezembro, no Natal..

Sermões e milagres

Ao passar pela terra Jesus partilhou lições, sermões, além de realizar milagres. Os princípios anunciados por ele eram propagados na maioria das vezes por parábolas (uma narração que utiliza alegorias para difundir um ensinamento).

Sermões

Um dos sermões mais conhecidos na Bíblia é o Sermão da Montanha ou Sermão do Monte. Abaixo o trecho do livro de Mateus 5: 6-10.

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos;
Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia;
Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus;
Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;
Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;

Milagres

A Bíblia conta que Jesus Cristo realizou muitos milagres quando passou pela terra.

Um deles foi a cura de dois homens cegos, relatada no evangelho de Mateus 9:27-30. Conforme a história, os doentes ouviram que Jesus estava próximo e pediram-lhe para que os currassem. Segundo o texto, Jesus perguntou:

Credes vós que eu possa fazer isto?

Disseram-lhe eles: ‘Sim, Senhor’.

De acordo com a história, Jesus Cristo tocou os olhos dos doentes e disse que fosse feito segundo a fé deles. E então os dois foram curados.

Crucificação

Por conta dos ensinamentos e sermões, Jesus Cristo foi perseguido pelos líderes que não acreditavam na mensagem pregada por ele. Por conta disso, Jesus sofreu ataques e foi crucificado.

A crucificação de Jesus Cristo aconteceu depois que Ele foi traído por Judas Iscariotes, que informou aos soldados de Jerusalém onde Cristo estava. Os soldados prenderam o profeta no Monte das Oliveiras.

Jesus Cristo foi condenado e levado ao calvário onde carregou a cruz. Acredita-se que o caminho percorrido por ele é conhecido como Vila Dolorosa, uma rua da cidade velha de Jerusalém. De acordo com o livro sagrado, para prender as mãos e os pés do profeta foram utilizados pregos.

Jesus foi estendido no calvário e acima dele havia uma placa que o ironizava com a seguinte frase:

Jesus Nazareno Rei dos Judeus

Crucificação de Jesus Cristo
Além de ser crucificado, Jesus Cristo recebeu uma coroa de espinhos. (Foto: Public Domain Pictures)

No dia da crucificação foi colocado em Jesus Cristo também uma coroa de espinhos. Além disso, ele foi morto ao lado de dois ladrões. Um deles acreditava na mensagem pregada por ele; o outro, por sua vez, não. 

Ressurreição

Na Bíblia, no Novo Testamento aborda que o túmulo de Jesus Cristo foi encontrado vazio no primeiro dia da semana após ser crucificado. No livro de Marcos 16:9 e também no evangelho de João 20:15 Jesus apareceu pela primeira vez depois da morte para Maria Madalena.

Após isso, é relatado na Bíblia que Jesus realizou várias aparições para seus discípulos, sendo uma delas para Tomé, denominado de Dídimo. É narrado no livro de João 20:24-29 que os outros discípulos viram Cristo. Tomé, a princípio, não acreditou.

No entanto, após isso Jesus apareceu a Tomé e disse-lhe:

Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram.

Segundo o livro sagrado cristão, Jesus foi para o céus, mas irá voltar para buscar os fiéis que receberem o evangelho. De acordo com o texto, os que não acreditarem em Cristo serão julgados e condenados ao inferno. 

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

ALVES, Jéssica. Jesus Cristo; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/jesus-cristo >. Acesso em 06 de dezembro de 2019 às 23:44.

Copiar referência

Outros Artigos de Religião

Dez Pragas do Egito 7

Dez Pragas do Egito

As Dez Pragas do Egito foram dez desastres que ocorreram […]

catolicismo

Catolicismo

O catolicismo é uma religião cristã que se tornou oficial […]

Sincretismo e Religiões Afro-brasileiras

O sincretismo é definido como a fusão de várias religiões. […]

Igreja Ortodoxa

Igreja Ortodoxa

A Igreja Ortodoxa reúne a segunda maior comunidade cristã do […]