Judaísmo

Religião monoteísta mais antiga do mundo

Judaísmo é uma das três principais religiões abraâmicas que existem. Considerada como religião, filosofia e modo de vida do povo judeu, o judaísmo é a crença monoteísta mais antiga do mundo.

Atualmente, o judaísmo concentra apenas cerca de 15 milhões de adeptos em todo o mundo, sendo que a maior parte deles está em Israel e nos Estados Unidos. Na Europa, a maior comunidade judaica está na França.

Fundada no século XVIII a.C. por Abraão, essa tradição religiosa se desenvolveu com a civilização hebraica, através de Moisés, Davi e Salomão. O símbolo sagrado do judaísmo é o Menorá, candelabro com sete braços.

Definidos como um grupo etno-religioso, os judeus seguem os ensinamentos da Torá e da Bíblia Hebraica. Segundo a tradição judaica, a Torá teria sido escrita por Deus e nunca deve ser modificada.

A tradição judaica entende que todos os judeus são descendentes diretos dos primeiros judeus: Abraão, Isaac e Jacó. Eles são definidos como membros da tribo de Judá e são chamados de povo escolhido de Deus.

História do Judaísmo

Judaísmo: muro das lamentações
Judeus no Muro das Lamentações, na Palestina. Local sagrada para o judaísmo. (Foto: Wikipedia)

O judaísmo é mais antiga religião que segue a doutrina do monoteísmo. Surgida por volta do ano 2000 a.C., o seu fundador é Abraão, considerado o primeiro judeu. De acordo com a tradição judaica, Deus teria ordenado Abraão a liderar o seu povo e procurar a terra prometida, Canaã, atual território da Palestina.

Quando a fome assolou o território da terra prometida, os judeus migraram para o Egito, onde foram escravizados por centenas de anos. Por volta do século XII a.C., o profeta Moisés levou o povo judeu de volta para a terra prometida.

Com a volta dos judeus para Canaã, o judaísmo se tornou uma religião estruturada durante o reinado dos reis Saul, Davi e Salomão. Durante o apogeu do judaísmo, o primeiro templo judaico foi construído em Jerusalém, no entanto, outras forças no Oriente Médio ganharam mais poder, e passaram a ocupar o território judeu.

A partir de então os judeus foram se dividindo em grupos, o templo foi destruído e a liderança israelita foi assassinada. Diversos judeus foram enviados para a Babilônia. Embora alguns tenham sido autorizados a retornar a casa, muitos permaneceram no exílio formando a Diáspora, resultado da dispersão do povo judeu para diversas outras nações.

Os judeus só voltaram à região do Oriente Médio em 1948, depois da Segunda Guerra Mundial que matou milhões de judeus. Foi nessa época que se criou o estado de Israel que divide com os palestinos o território que, na Antiguidade, foi conhecido como a Terra Prometida.

Crenças

O deus do judaísmo é chamado de Javé ou Jeová. Para os judeus Javé é um ser onipresente, onipotente e onisciente, que criou e influencia todo o universo e tem uma relação especial com seu povo.

Os judeus cultuam um deus único, que não possui imagem ou corpo. Para eles, Deus só se comunica com o seu povo através dos profetas, como foi com Moisés.

A crença do judaísmo prega que todas as ações de um indivíduo são notadas por Deus, e que a depender da ação Deus pune ou recompensa.

O judaísmo tem como livro sagrado a Torá e se baseia em três pilares de fé que são representadas por palavras hebraicas:

  • Teshuvá – arrependimento e retorno às origens quando se comete algum erro;
  • Tefilá – prece e ligação com Deus;
  • Tsedacá – caridade no sentido de justiça.

A crença judaica se divide em diferentes linhas de tradição que diferenciam quanto às formas de ler e interpretar as leis judaicas. As crenças são: Judaísmo Ortodoxo, Judaísmo Conservador, Judaísmo Reformista, Judaísmo Reconstrucionista e Judaísmo Humanista.

Rituais

Os cultos judaicos são realizados por sacerdotes que recebem o nome de rabino. Seus cultos e rituais sagrados são realizados nas sinagogas, templos que abrigam uma arca, que representa a ligação entre Deus e os judeus. Dentro da arca são guardados os pergaminhos sagrados da Torá.

Entre os rituais do judaísmo, destacam-se:

  • Brit Milá: um preceito da Torá que ordena realizar a circuncisão de todo menino judeu, aos oito dias de vida;
  • Bar Mitzvah: representa a iniciação na vida adulta para os meninos, realizado aos 13 anos, quando ele é chamado pela primeira vez para ler a Torá;
  • Bat Mitzvah: significa a marcação da maturidade religiosa das meninas dentro do judaísmo, realizada quando elas completam 12 anos.

Os homens judeus uma espécie de touca, chamada kipá, que representa o respeito a Deus no momento das orações.

Símbolo do judaísmo
Chamado de Menorá, o candelabro de sete braços é o símbolo do judaísmo. (Foto: Wikipedia)

Dentro dos rituais judaicos incluem também festas que seguem o calendário lunisolar. Suas principais festas são:

  • Purim – celebra a salvação de um massacre do rei persa;
  • Páscoa ( Pessach ) – representa a libertação da escravidão do povo judeu no Egito;
  • Shavuót – comemora a revelação da Torá ao povo de Israel;
  • Rosh Hashaná – comemoração do Ano Novo Judaico;
  • Yom Kipur – jejum por 25 horas seguidas para purificar o espírito;
  • Sucót –  refere-se a peregrinação de 40 anos pelo deserto, após a libertação do cativeiro do Egito;
  • Chanucá – celebra o fim do domínio assírio e a restauração do templo de Jerusalém;
  • Simchat Torá – comemora a entrega dos Dez Mandamentos a Moisés.

Judaísmo no Brasil

O Brasil concentra a segunda maior comunidade judaica da América Latina. O judaísmo começou no país na época do Brasil colônia, quando os judeus portugueses imigraram para fugir da inquisição.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 100 mil pessoas no Brasil são de religião judaica.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

DIAS, Fabiana. Judaísmo; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/judaismo >. Acesso em 23 de janeiro de 2020 às 09:28.

Copiar referência

Outros Artigos de Religião

Dez Pragas do Egito 7

Dez Pragas do Egito

As Dez Pragas do Egito foram dez desastres que ocorreram […]

catolicismo

Catolicismo

O catolicismo é uma religião cristã que se tornou oficial […]

Sincretismo e Religiões Afro-brasileiras

O sincretismo é definido como a fusão de várias religiões. […]

Igreja Ortodoxa

Igreja Ortodoxa

A Igreja Ortodoxa reúne a segunda maior comunidade cristã do […]