Kandinsky

Pintor russo precursor do abstracionismo

Kandinsky foi um pintor e professor russo que, apesar da formação em Direito, tornou-se o pioneiro do Movimento Abstracionista no campo das artes visuais.

Biografia

Wassily Kandinsky nasceu na cidade de Moscou, Rússia, no dia 16 de dezembro de 1866 (ou dia 4 de dezembro no calendário juliano, então em vigor na Rússia). Após o divórcio dos seus pais, quando ainda era criança, viveu em Odessa, na Ucrânia.

Wassily Kandinsky
Pintor abstracionista Wassily Kandinsky. (Foto: Wikipédia)

Kandinsky foi educado pela tia, que o ensinou a linguagem russa e alemã.  Ela também foi a principal incentivadora do artista na pintura de aquarelas. De volta à cidade natal, em 1886, ingressou na Universidade de Moscou, onde formou-se em Direito.

Por volta de 1890 tornou-se professor na faculdade em que se formou. Contudo, abandonou a docência e desistiu dessa carreira seis anos depois. Nesse período, casou-se com sua prima Anja Chimiakima e, em seguida, mudou-se para Munique, Alemanha.

Já interessado pelas obras de Rembrandt e Monet, o artista iniciou os estudos sobre pintura. Fez parte da escola do pintor Anton Azbè, porém não se adaptou. Preferia pintar paisagens coloridas ao ar livre, em vez de modelos.

Após diversas tentativas, Kandinsky conseguiu ser admitido em um curso ministrado por Franz von Stuck, premiado pintor, gravurista, arquiteto e escultor alemão.

Início da carreira

Em maio de 1901 juntou-se com outros artistas para fundar a Sociedade Artística Phalanx. Wassily Kandinsky lecionou nesta escola e objetivava reunir jovens na lutar pela arte nova.

O Cavaleiro Azul de Kandinsky
Obra “O Cavaleiro Azul” (1903) de Kandinsky. (Foto: Wikipédia)

Uma de suas alunas foi Gabriele Münter, que anos mais tarde viria a ser sua esposa. Nessa fase, Kandinsky já pintava com cores intensas, inspirando-se na cultura bávara e russa.

Deu preferência pela pintura de paisagens ao ar livre, com notável influência do pós-impressionismo. As obras de destaque desse período são “Munique” (1901), “Cidade Velha” (1902) e “O Cavaleiro Azul” (1903).

Inicio do abstracionismo

Na década de 1910 desenvolveu seus primeiros estudos não figurativos após uma  imersão cultural  e artística na França, Sévres, Paris e Mornau.

Kandinsky foi considerado o primeiro pintor ocidental a produzir uma tela abstrata.Além disso, agrupou diversas obras em três categorias:

  • Impressões: elaboradas da paisagem;
  • Composições: criadas por meio de uma ponderada ação de construção dos elementos do quadro;
  • Improvisações: mais imediatas, com imagens que derivam de eventos de caráter emotivo e interior.

Algumas obras dessa época são “Murnau – Jardim 1” (1910) e “Grungasse em Murnau”, inspiradas nos dias que Kandinsky passou na cidade bávara, expressando um crescente abstracionismo nas pinturas.

O Cavaleiro Azul

Entre 1911 a 1914, junto com August Macke e Franz Mare, formou o grupo “O Cavaleiro Azul”. Compôs pinturas coloridas e bastantes expressivas e realizou diversas exposições em Berlim e Munique.

Paralelamente, escreveu e publicou o livro “Do Espiritual na Arte”, no qual expressou  ideias estéticas sobre a arte. Wassily Kandinsky também escreveu o “Almanaque do Cavaleiro Azul”, defendendo todas as formas de arte.

Poemas

Ainda como autor, o russo escreveu poemas que seguem o mesmo raciocínio das pinturas.  Eram abstratos em referência a cores e linhas que faziam parte da percepção do artista.

Primeira Guerra Mundial

Com o estouro da Primeira Guerra Mundial precisou abandonar a Alemanha. Viveu na Suíça, posteriormente voltou à Rússia e separou-se de Munter. Atuou no Departamento de Belas Artes do Comissariado Popular da Educação, durante o governo Lenin.

Ao realizar uma exposição em Estocolmo (1916), Kandinsky permaneceu na Suécia por um período. Durante estadia, conheceu a russa Nina de Andreewsky, sua terceira companheira.

Com o advento da Revolução Russa (1917) voltou à Rússia esperançoso nos rumos que o país tomaria dali por diante, mas por discordar da política cultural oficial retorna à Alemanha em 1921.

Passou a lecionar na escola de artes Bauhaus de Weimar, época em que houve um fortalecimento do seu nome na Alemanha e no exterior. Com o fechamento da escola pelo governo nazista, muda-se com a mulher para Neuilly-sur-Seine na França.

Kandinsky permaneceu isolado durante a vida em Paris, uma vez que a pintura abstrata não ganhou tanta força quanto os movimentos mais apreciados, como o Impressionismo e o Cubismo.

Ainda assim, o artista continuou produzindo até o fim de sua vida, além de realizar uma mostra individual na Galeria del Milione, de Milão. Wassily Kandinsky faleceu no dia 15 de dezembro de 1944, em Neuilly-sur-Seine, França.

Obras de Kandinsky

Considerado o pioneiro da arte abstrata, Kandinsky tinha características particulares evidentes em seus trabalhos. Utilizava toques mais discretos e formas sutilmente harmonizadas para aprofundar a conexão com o observador.

Com o aperfeiçoamento de sua arte as pinturas foram perdendo definições e ganhando contornos figurativos. Além das paisagens de Murnau, outra inspiração para as obras de Wassily Kandinsky foram as músicas do compositor Arnold Schönberg.

Entre a lista de obras estão:

  • “O cavaleiro azul” (1903)
  • “Montanha azul’ (1908)
  • “Composição V” (1911)
  • “Composição VII” (1913)
  • “Black lines” (1913)
  • “No branco II” (1923)
  • “Círculos em um círculo” (1923)
  • “Merry structure” (1926)
  • “Composição X” (1939)
  • “Azul do céu” (1940)
  • “Last watercolour” (1944)
Composição X de Wassily Kandinsky.
Obra “Composição X” (1939) de Wassily Kandinsky. (Foto: Wikipédia)

Abstracionismo

O abstracionismo refere-se a arte que não representa objetos próprios da realidade concreta. No estilo abstrato utiliza-se as relações formais entre cores, linhas e superfícies para produzir a realidade da obra.

As principais caraterísticas do abstracionismo são:

  • Subjetividade.
  • Arte abstrata e não representacional.
  • As obras causam diversas interpretações.
  • Simplicidade nas cores e linha.
  • Os artistas expressam de maneira abstrata suas intuições e sentimentos.

Abstracionismo no Brasil

Um dos primeiros artistas abstracionistas no Brasil foi Alfredo Volpi. Entre os mais importantes no decorrer da história, destacam-se:

  • Abraham Palatnik;
  • Ivan Serpa;
  • Loio-Pérsio;
  • Luiz Sacilotto;
  • Antônio Bandeira;
  • Manabu Mabe;
  • Tomie Ohtake;
  • Lygia Clark;
  • Willys de Castro e;
  • Waldemar Cordeiro.

Curiosidades

  • Seu nome é originalmente escrito Vassily, mas ao longo da vida preferiu a gramatica alemã com W. 
  • Apesar da origem russa, Wassily Kandinsky adquiriu nacionalidade alemã em 1928 e francesa em 1939.

Citações

A cor é uma energia que influencia diretamente a alma.

Uma tela em branco é uma maravilha viva... muito mais bela do que certas imagens.

O artista deve treinar não apenas seus olhos, mas principalmente sua alma.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

BRITO, Samara. Kandinsky; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/kandinsky >. Acesso em 28 de outubro de 2019 às 15:43.

Copiar referência