Lobisomem

Ser ligado a diversas culturas pelo mundo

O lobisomem é um ser presente nas lendas e histórias, e fala sobre um homem que se transforma em uma mistura de humano com lobo. Segundo a maioria das lendas, as transformações acontecem nas noites de lua cheia, e o efeito dura até o fim daquela noite.

A crença está ligada a uma doença chamada licantropia, que é justamente a capacidade de mutação humana com animal. O nome da doença deriva da história grega em que um rei é transformado em lobo por Zeus.

As histórias envolvendo o lobisomem existem desde a antiguidade. Há relatos sobre o ser nas escrituras egípcias e na mitologia grega.

No Brasil, o lobisomem está ligado ao folclore brasileiro. Existem vários relatos de pessoas que afirmam ter visto o ser, principalmente em cidades da zona rural.

As histórias contam que ele se alimenta de sangue e possui força descomunal, o que o torna um perigo aos humanos. Ainda segundo as histórias, para se derrotar o lobisomem, é necessário um objeto feito de prata.

Os mitos sobre os lobisomens são muito conhecidos e inspiram muitas histórias no cinema, na televisão e até em jogos de videogame. O ser aparece até nas histórias do Sítio do Pica Pau Amarelo, obra brasileira de Monteiro Lobato.

O lobisomem na mitologia grega

Segundo a mitologia grega, o primeiro relato da um lobisomem aconteceu por um castigo de Zeus, que transformou um homem em um lobo. A história conta sobre um rei chamado Licáon, também chamado de Licaão ou licaonte, que foi querido por seu povo.

O rei de Arcádia, na Grécia Antiga, construiu um altar em homenagem a Zeus na cidade de Licosura, também fundada por ele. Mas sua devoção ao deus o levou a realizar sacrifícios de humanos. O rei sacrificava estrangeiros que chegavam a seu palácio.

Chateado ao saber dos sacrifícios, Zeus se disfarçou de peregrino e foi ao palácio do rei pedir hospedagem. Licáon pensou em sacrificar o viajante, mas foi aletrado por seus súditos da estranheza do hóspede, o qual, havia dado alguns sinais divinos.

Para ter certeza de quem era o homem, o rei mandou preparar um jantar e, em meio a comida, mandou servir a carne de um escravo. Revoltado com a atitude do rei, Zeus o transformou em lobo e, em seguida, incendiou seu palácio.

O deus transformou todos os filhos do rei em lobo, cerca de cinquenta, tão conhecidos por suas maldades. A única poupada foi Calisto, por quem se apaixonou e com quem teve um filho, chamado Arkas. A esposa do deus, a deusa Hera, por ciúme, transformou Calisto e Arkas nas constelações Ursa Maior e Ursa menor.

Por causa dessa história e por ser Licáon o primeiro homem transformado em lobo, recebeu o nome de licantropia a doença associada a essa transformação. A história é contada no livro Metamorfoses do poeta Ovídio.

O lobisomem no Brasil

As lendas sobre o lobisomem no Brasil fazem parte das histórias de folclore. As origens dos contos variam em cada região do país.

Em uma das histórias é contado que em uma família de sete irmãos do mesmo sexo, o sétimo se tornará um lobisomem. Uma outra diz que o primeiro filho do sexo masculino a nascer depois de uma sequência de sete mulheres é quem irá portar a doença.

Em algumas regiões, dizem que a doença é passada de geração para geração após a morte do familiar do sexo masculino que tem a licantropia. Mas uma das características que permanece é o fato da transformação acontecer nas noites de lua cheia.

Em alguns lugares, as histórias contam que as transformações acontecem apenas nas sextas-feiras, enquanto em outras, acreditam-se que elas ocorram somente às terças-feiras. Existem histórias que dizem que o lobisomem pode aparecer em ambos os dias.

As histórias falam ainda sobre horários em que o lobisomem se transforma. Para algumas culturas, a aparição acontece à meia-noite, e o efeito passa ao amanhecer. Existe ainda a especulação que a transformação acontece em uma encruzilhada.

As lendas do lobisomem dizem que o ser se alimenta de sangue, por isso ele causa tanto medo nas pessoas. Mas em algumas histórias, o licantropo prefere se alimentar de bebês não batizados. Por isso é comum ver famílias batizarem os recém-nascidos muito cedo.

Uma das histórias mais curiosas sobre a lenda do lobisomem é vista do estado brasileiro de Rondônia. Lá conta-se que após a transformação, o lobisomem deve passar por sete cemitérios antes do amanhecer, ou ficará na forma do ser por toda a vida.

Muitas das histórias envolvem a mordida ou arranhão do lobisomem para que a doença seja transmitida. Mas em algumas regiões existem crenças que, se a pessoa se deitar no mesmo lugar onde um animal se deitou e recitar palavras do Livro de São Cipriano, ele irá adquirir a licantropia.

Algumas vão mais fundo e dizem que, para isso, a pessoa deve estar sem roupas. Outras ainda dizem que o lugar onde a pessoa deve se deitar deve ter sido usada por um jumento. É possível encontrar ainda a crença de que, no ato, deve-se rezar o credo ao avesso por três vezes seguidas.

O lobisomem é representado com diferentes características
O lobisomem está presente em culturas por todo o mundo (Foto: Pixabay)

Licantropia no mundo

As histórias que envolvem a lenda do lobisomem existem por vários países do mundo. O termo licantropia está ligada a cultura grega, mas em outros países recebe outros nomes.

No Brasil e em países da América do Sul, o lobisomem pode ser chamado também de Lubiszon ou Lubishome.

Em Roma a doença recebe o nome de Versipélio, enquanto na cultura dos povos eslovacos da Europa, é chamado de Volkodlák. Os povos saxões chamam de Werewolf ou Dracopyre, e os alemãos de Werwolf.

Na cultura da Rússia a doença é chamada de óboroten, enquanto na França recebe o nome de Loup-garoup. Os povos nórdicos denominam de Hamtammr, e na península Íberica o termo é chamado de Arbac-apuhc.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Fernandes, Ruan. Lobisomem; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/lobisomem >. Acesso em 28 de outubro de 2019 às 16:28.

Copiar referência

Outros Artigos de Artes

Monumento à Terceira Internacional.

Construtivismo nas artes

O construtivismo nas artes está relacionado com o movimento artístico […]

A Commedia dell’arte fazia a utilização do humor e críticas à sociedade em palcos improvisados.

Commedia Dell’Arte

A Commedia Dell’Arte iniciou-se a partir do início do século […]

Circo armado

Circo

O circo é o lugar onde acontecem expressões artísticas que […]

características das cores matiz

Características das Cores

As características das cores podem ser descritas como matiz, tonalidade […]