Mudanças Climáticas

Causas e consequências

As mudanças climáticas referem-se as alterações de clima que acontece em todo o mundo. Elas são causadas tanto por influência humana quanto por ações naturais, e se não forem reduzidas, podem causar situações irreversíveis.

Antes de compreender os fatos que contribuem diretamente paras as mudanças climáticas, é necessário entender a definição de clima. 

O clima corresponde a um conjunto de características da atmosfera que envolve a análise das temperaturas médias, a quantidade de chuvas, a umidade do ar e outros aspectos de uma determinada região.

Atualmente, os maiores causadores das mudanças climáticas são o aquecimento global e o Efeito Estufa. Eles estão intimamente ligados a ações provocadas pelo homem que interferem diretamente nas reações da natureza.

A queima de combustíveis fósseis causada principalmente pelos veículos automotores e a emissão de outros gases provocadas por grandes fábricas no desenvolvimento de produtos ficam retidos na atmosfera, provocando uma grande onda de calor.

Efeito Estufa

A atmosfera da Terra funciona como uma grande estufa, criando uma ambiente favorável para a vida na Terra de plantas e animais.

No entanto, os gases atmosféricos, como o gás carbônico e o vapor da água produzem energia em forma de calor, o que eleva a temperatura da superfície da Terra.

O Efeito Estufa é um fenômeno natural que faz com que a temperatura média da Terra seja de aproximadamente 15°, pois sem ele, a temperatura média da Terra seria em torno de (-18°). Porém, quando há um aumento na concentração de gases estufas, o efeito fica mais intenso, dificultando a redistribuição do calor para o espaço.

Essa diferença, portanto, causa o aquecimento da baixa atmosfera, o que provoca as mudanças climáticas.

Aquecimento Global

O aquecimento global e as mudanças climáticas causadas por ele são provenientes do aumento da temperatura da Terra causada pelo efeito estufa.

Para os estudiosos, os grandes vilões do aquecimento global são os gases-estufas, a exemplo do dióxido de carbono, gás metano, óxido nitroso, o hexafluoreto de enxofre, o CFC (clorofluorcarboneto) e os PFC (perfluorcarbonetos).

Eles explicam que a forte presença desses gases na atmosfera está cada dia mais sendo intensificada por práticas humanas, como a emissão de poluentes pelas indústrias, pelos veículos e pela queima de combustíveis fósseis.

O Painel Internacional sobre Mudanças Climáticas (IPCC) é o principal órgão responsável pela divulgação de dados e informações sobre o aquecimento global. Além disso, ele é ligado à Organização das Nações Unidas (ONU).

De acordo com a maioria dos estudos científicos e dos relatórios exibidos por painéis climáticos, o aquecimento global estaria sendo acelerado pela atividade humana, o que contribui para uma série de problemas atmosféricos, como o aumento do nível dos oceanos com o derretimento das calotas polares.

Diante dessa situação considerada irreversível para os cientistas, os efeitos causados pelas mudanças climáticas devem ser sentidos nos próximos séculos ou até milênios. Isso significa que a sociedade precisa adotar medidas significativas para controlar as emissões dos gases de efeito estufa.

Consequências

A maior parte do calor provocado pelas alterações de clima são absorvidos pelos oceanos, o que provoca uma acidificação nas águas e ameaça consideravelmente a biodiversidade marinha.

Outro aspecto considerado um grande mal para a biodiversidade do planeta é a extinção de alguns animais marinhos que vivem em regiões polares, assim como os animais que vivem na floresta e sofrem com as secas. Existe, inclusive, a teoria de que as alterações provocadas pelas mudanças climáticas contribuíram para a extinção do mamute.

Além dos animais, os seres humanos também conseguem sentir os efeitos do aquecimento global no cotidiano. Basta ligar a TV e olhar os noticiários no jornal para perceber a quantidade de informações que exibem os desastres naturais como as tempestades, furacões, tsunamis, ondas de calor e as secas.

Mudanças climáticas - furacão
O furacão é um dos fenômenos causados pelo aquecimento global. (Foto: Pixabay)

Como diminuir os efeitos das mudanças climáticas?

Vale ressaltar que as mudanças climáticas ocorrem também em resposta ao aumento do buraco na camada de ozônio (camada responsável por proteger a Terra dos raios ultravioletas) que vem diminuindo drasticamente, por causa da grande emissão de gases estufas que destroem o ozônio.

Segundo estudos científicos, uma das maneiras para combater o aquecimento global seria a escolha de fontes renováveis e não poluentes de energia, reduzindo e abandonando a utilização de combustíveis fósseis, a exemplo do gás natural, carvão mineral e, principalmente, o petróleo.

Outra decisão importante somada a essas atitudes seria a preservação da vegetação, incluindo os grandes biomas mundiais e domínios morfoclimáticos, promovendo o estímulo ao cultivo de áreas verdes tanto no espaço agrário quanto urbano.

Além disso, a redução na produção de lixos diminuiria a produção e emissão do gás metano, muito influente no aumento do efeito estufa.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

MENDONÇA, Camila. Mudanças Climáticas; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/mudancas-climaticas >. Acesso em 18 de novembro de 2019 às 17:41.

Copiar referência

Outros Artigos de Biologia

O corpo humano possui muitos pontos com cartilagem.

Cartilagem

A Cartilagem também chamada de tecido cartilaginoso, é um tecido […]

A carta da Terra tem o objetivo de socorrer e salvar o planeta Terra.

Carta da Terra

A Carta da Terra é um documento de declaração dos […]

Pseudoceros Dimidiatus é um dos platelmintos.

Platelmintos

Os Platelmintos são animais invertebrados, que possuem o corpo achatado […]

O canibalismo acontecia com mais frequência na antiguidade.

Canibalismo

O Canibalismo é um tipo de relação ecológica que são […]