Neologismo

Classificação dada a uma nova palavra

Neologismo é a classificação dada à formação de novas palavras ou expressões da língua que surgem com o objetivo de preencher espaços transitórios, permanentes ou momentâneos a respeito de um novo conceito.

  • Momentâneo: esse tipo de neologismo surge rapidamente em uma conversa entre amigos. Pode até obter uma grande repercussão, mas é esquecido com o tempo.Exemplo: somatoriar (soma de várias quantidades)
  • Transitório: surge em um grupo e se espalha para outros. Esse termo pode se tornar parte do vocabulário ou pode ser esquecido.Exemplo: mensalão (o ato de corrupção)
  • Permanente: assim como o momentâneo, o neologismo permanente surge rapidamente e se estabelece no idioma tornando-se parte do léxico.Exemplo: deletar (apagar)

Tipos de neologismos

Existem vários tipos de neologismo, entre eles:

Semântico

A palavra já existe, porém recebe um novo significado.

  • Eu disse que aquilo daria pau. (daria errado);
  • Estou a fim de Monica (estou interessado);
  • Andreia é pistolão no senado. (recomendação de influência de alguém).

Lexical

Uma nova palavra é formada.

  • Deletar (apagar, eliminar);
  • Internetês (linguagem da internet);
  • Escanear (digitalizar);
  • Clicar (pressionar botão do mouse).

Sintático

Formação que ganha um significado específico.

  • Ele me deu um bolo. (não apareceu ao encontro);
  • Dar a volta por cima (superar);
  • Fazer cera (fingir que trabalha).

Literário

Classifica palavras criadas por escritores de literatura ou compositores.

  • Brincriações, abensonhadas, ladainhando, bichanar, lençolar;
  • Agonizantista, pacatice, deceptude, calunismo, patifento.

Neologismo científico ou técnico

Palavra formada para dar nome a novos equipamentos, procedimentos, invenções, descobertas.

  • Smartphone;
  • Cake designer;
  • Cupcake.

Neologismo popular

Indica uma palavra por pessoas que falam a língua, em contexto coloquial.

  • Apê;
  • Mané;
  • Refri.

Neologismo completo

Representa uma palavra que foi completamente inventada, seja em relação à forma ou sentido.

  • Cardápio;
  • Necrotério;
  • Microfone.

Neologismo incompleto

Palavra já existente na língua, mas que recebeu um novo significado.

  • Picareta;
  • Papudo;
  • Gato.

Funções do neologismo

Os neologismos possuem um propósito comunicativo, porém podem ser usados de forma pejorativa através de palavrões, gírias,  sarcasmo e ironia, etc. O neologismo passa a compor o léxico da língua quando entra no dicionário e é aceito na linguagem padrão.

Os neologismos no léxico da língua portuguesa vêm ocorrendo com frequência, pois a língua se adapta ao uso que a comunidade linguística faz dela.

Assim como ocorre com algumas palavras ou expressões que antes faziam parte do léxico da língua e hoje deixaram de ser usadas e viraram arcaísmos.

palavras neologismo
Alguns neologismos podem ser vistos nos dicionários. (Foto: Pixabay)

Arcaísmos

Arcaísmos são palavras antigas, isto é, palavras que perderam o seu uso ou o uso de algum dos seus significados numa linguagem culta.

Essas palavras eram usadas no passando e atualmente são desnecessárias. Apesar disso, elas continuam nos dicionários. Veja alguns exemplos de palavras antigas:

  • Absolto: sinônimo de absolvido;
  • Acartado: indicava um profissional diplomado;
  • Aguça: sinônimo de pressa;
  • Anóveas: indicava um valor nove vezes superior;
  • Asinha: sinônimo de depressa;
  • Assento: sinônimo de habitação;
  • Assunar: sinônimo de amotinar;
  • Baeta: indicava os habitantes de Minas Gerais;
  • Botica: sinônimo de farmácia;
  • Carisma: sinônimo de epilepsia;
  • Coitar: sinônimo de machucar;
  • Comprir: sinônimo de cumprir;
  • Dada: sinônimo de doação;
  • Depós: sinônimo de após;
  • Embora: sinônimo de em boa hora;
  • Escala: sinônimo de escada;
  • Franquia: sinônimo de sinceridade;
  • Garçom: sinônimo de jovem;
  • Graveza: sinônimo de gravidade;
  • Ladroa: sinônimo de ladra;
  • Pera: sinônimo de para;
  • Pertinência: sinônimo de pertença;
  • Polo: sinônimo de pelo;
  • Sendo: indicava uma herdade cultivada;
  • Sisa: indicava um tributo pago ao estado;
  • Soer: sinônimo de costumar;
  • Soldo: indicava uma obrigação no arrendamento de terra;
  • Suso: sinônimo de acima;
  • Tença: sinônimo de posse;
  • Vosmecê: sinônimo de você.

Como são formados os neologismos?

Os neologismos são formados através do método de formação de palavras existentes na língua portuguesa. Os principais métodos são composição - por aglutinação e por justaposição - e derivação - prefixal, sufixal, parassintética, regressiva e imprópria. Entretanto, existem outros processos, a exemplo de: abreviação, combinação, intensificação, hibridismo e reduplicação.

Além desses métodos, acontece também a criação de neologismos por importação e empréstimo de palavras de outras línguas – os estrangeirismos, que podem ou não passar pelo processo de aportuguesamento.

Com o uso, reconhecimento e dicionarização do novo vocábulo, os neologismos estão sendo inseridos aos poucos no léxico da língua portuguesa.

Estrangeirismo

O estrangeirismo é o uso de uma palavra, expressão ou construção frasal estrangeira, substituindo um termo da língua nativa. Através desse processo palavras de outros idiomas são introduzidas na língua portuguesa.

Estrangeirismo na língua portuguesa

A língua portuguesa tem um grande volume de palavras estrangeiras, principalmente do inglês (denominada “anglicismo”). Isso acontece porque o inglês é considerado a língua mundial dos negócios.

Vale relembrar que a maioria das palavras da língua portuguesa têm origem latina, grega, árabe, espanhola, italiana, francesa ou inglesa.

“Hot-dog” (cachorro quente), “show” (espetáculo), “bacon” (toucinho), “mouse” (computador) são palavras estrangeiras que não passaram pelo “aportuguesamento”.

Contundo, existem várias palavras onde o processo de aportuguesamento é nítido, isto é, a palavra foi adaptada para o português, por exemplo:

  • Futebol (do inglês football);
  • Basquetebol (do inglês basketball);
  • Abajur (do francês abat-jour);
  • Sutiã (do francês sutien);
  • Batom (do francês bâton);
  • Bege (do francês beige);
  • Bife (do inglês beef);
  • Esporte (do inglês sport);
  • Batom (do francês bâton);
  • Buquê (do francês bouquet);
  • Estresse (do inglês stress);
  • Piquenique (do inglês picnic);
  • Turnê (do francês tournée);
  • Uísque (do inglês whisky).

A música “Juntos”, cantada por Paula Fernandes e Luan Santana, é um exemplo da presença de estrangeirismo na nossa língua. A canção conta com palavras da língua inglesa (anglicismo):

“Diga o que te fez sentir saudade

Bote um ponto final

Cole de uma vez nossas metades

Juntos e shallow now

In the shallow, shallow

In the shallow, shallow

In the shallow, shallow

Juntos e shallow now”

Poema “Neologismo”

O autor Manuel Bandeira escreveu um poema intitulado de “Neologismo” em 1948:

“Neologismo

Beijo pouco, falo menos ainda.

Mas invento palavras

Que traduzem a ternura mais funda

E mais cotidiana.

Inventei, por exemplo, o verbo teadorar.

Intransitivo:

Teadoro, Teodora.”

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Oliveira, Filipe. Neologismo; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/neologismo >. Acesso em 29 de janeiro de 2020 às 23:09.

Copiar referência

Outros Artigos de Língua Portuguesa

Trovadores apresentando em forma de cantiga o que foi escrito em seus textos com seus instrumentos.

Características do Trovadorismo

As características do Trovadorismo estão relacionadas com todas as particularidades […]

Chegada dos portugueses.

Características do Quinhentismo

As características do Quinhentismo, primeira manifestação literária do Brasil, estão […]

Características do Classicismo

As características do Classicismo eram baseadas na representação de elementos […]

Características do Arcadismo

As características do Arcadismo surgiram em meio ao período que […]