O Mundo de Sofia

Livro mescla uma linguagem simples à filosofia

O Mundo de Sofia, livro do escritor norueguês Jostein Gaarder, foi publicado no ano de 1991. A obra mistura os gêneros romance e filosofia e pode ser entendido como um guia de filosofia.

Nele, a personagem se depara com pensadores presentes na antiguidade até dos dias atuais, a exemplo de Aristóteles, Charles Darwin, Descartes, Kant e até Santo Agostinho.

“O Mundo de Sofia” já foi traduzido para mais de 60 idiomas e, somente no Brasil, já teve mais de 30 reimpressões e mais de um milhão de cópias vendidas. Já na Alemanha o livro vendeu mais de 4 milhões de exemplares.

A obra conta a história de Sofia Amundsen (Sofie Amundsen na versão original), uma garota norueguesa de 14 anos que começa a se deparar com cartas anônimas às vésperas do seu aniversário.

 A jovem passa a receber questionamentos filosóficos, que a leva a refletir sobre a sua origem e questões do mundo.

Resumo de “O Mundo de Sofia”

“O Mundo de Sofia” narra a história de Sofia Amundsen, uma adolescente que vive com a mãe, Helene Amundsen. Seu pai é capitão de um navio e acaba passando muito tempo fora de casa e, por isso, não aparece no livro.

Ela tem alguns animais: Sherekan, um gato, Smitt e Smule, dois periquitos, Govinda, uma tartaruga, e Gulltop, Svartepetter e Rødhette (expressão norueguesa para “Chapeuzinho Vermelho”), três peixinhos.

A obra se passa em 1990, quando Sofia tem 14 anos de. A vida dela é normal, como a de qualquer outro adolescente da sua faixa etária. Às vésperas do seu 15º aniversário, a jovem passa a receber cartas misteriosas que não possuem remetente.

Nelas, Sofia recebe questionamentos filosóficos, como “quem é você?”, de onde viemos?” e “de onde vem o mundo?”. Junto as cartas, chega também algumas apostilas com conteúdo filosófico. O interessante é que o livro traz para o leitor os conteúdos das apostilas, possibilitando uma imersão no mundo da jovem.

O livro também fala da dificuldade que ela tem em entender algumas mensagens e que, por isso, precisa reler o material. Para muitos, isso é uma dica do próprio autor para que o leitor tenha uma maior compreensão do que a mensagem pretende dizer.

Em seguida, ela passa a receber cartas endereçadas a outra pessoa, cujo nome é "Hilde Møller Knag". Essas novas correspondências, enviadas do Líbano, pedem que entre em contato com essa pessoa, entretanto, ela não faz ideia de quem seja essa pessoa. O mais curioso é que o conteúdo das cartas tem relação com ela.

Capa do livro O Mundo de Sofia
Capa de uma das reimpressões de “O Mundo de Sofia” (Foto: Saraiva)

Sofia então resolve escolher um local onde pudesse se esconder para refletir sobre os conteúdos das cartas, que permaneciam no anonimato. O local escolhido ficava no jardim da sua própria casa. A jovem considerava o local um mundo à parte, o mundo de Sofia.

A jovem recebe outro conteúdo que a deixa intrigada: uma fita de vídeo. O curioso é que o material da fita, que aparenta ter sido gravada em Atenas, na Grécia, parece ser do tempo de Platão.

Porém, naquele tempo, a fita de vídeo ainda não existia. É justamente na fita que Sofia vê pela primeira vez a pessoa que lhe envia as cartas. Após o vídeo e com a chegada de mais cartas, o autor vai sendo revelado.

O conteúdo é escrito pelo filósofo Alberto Knox, que tem 50 anos, mas ele não é o responsável pelo conteúdo das  endereçados a Hilde. Essas são escritas por Albert Knag, um major das forças da paz da Organização das Nações Unidas (ONU).

O conteúdo das cartas não é revelado para a mãe de Sofia. A jovem prefere manter segredo, o que leva a mãe a pensar que a jovem está recebendo cartas de algum tipo de admirador. Nem mesmo a melhor amiga da jovem sabe do conteúdo que ela tem recebido.

Ao que Alberto ensina a história da filosofia para Sofia, trazendo vários conceitos e pensadores famosos, eles tentam entender os conteúdos das cartas de Albert. Aparentemente, Albert tem poderes que são comparados com os do próprio Deus, o que deixa Alberto irritado.

Agora que Sofia já conhece o professor que lhe envia as cartas, ela passa a sair à noite para se encontrar com ele e ter aulas pessoalmente. Nos cenários, aprende, por exemplo, sobre a filosofia medieval com Alberto vestido de monge em uma Igreja Católica ou ainda sobre Simone de Beauvoir em um café na França.

A história segue narrando as aulas de Sofia com Alberto e o incessante envio de novas cartas por Albert Knag. "O Mundo de Sofia" mescla os ensinamentos filosóficos com o enredo de uma história de romance, o que torna o livro mais fácil de se ler. Enquanto tenta resolver as questões, a jovem tem diálogos com outros personagens, como sua mãe e a melhor amiga.

O livro vai ficando mais denso no decorrer da história, mas sem perder a claridade das aulas de Sofia com Alberto. Ou seja, a linguagem vai mudando de acordo com o aprofundamento dos encontros dos dois personagens. Ao final da história, a jovem consegue desvendar os maiores segredos e entender as questões filosóficas que envolvem a sua existência.

O autor

O escritor norueguês Jostein Gaarder nasceu no dia 8 de agosto de 1952. Além de escritor, era professor de filosofia. Seu trabalho mais famoso foi o livro “O Mundo de Sofia”, mas também elaborou outras grandes obras.

É filho de Knut Gaarder e Inger Margrethe, diretor e professora, respectivamente. Estudou na Universidade de Oslo, onde aprendeu línguas escandinavas e teologia. Desde 1993, tem se dedicado somente à escrita.

Outros títulos do autor:

  • “O Pássaro Raro” – 1986
  • “O dia do coringa” – 1991
  • “Mistério de Natal” – 1992
  • “Através do espelho” – 1993
  • “A vida é breve” – 1996
  • “O vendedor de histórias” –  2001
  • “A garota das laranjas” – 2003

Citações

O fato de o mar estar calmo na superfície, não significa que algo não esteja acontecendo nas profundezas.

Um filósofo é, portanto, alguém que reconhece que há muitas coisas que não entende. E isso aflige-o. Deste ponto de vista, é porém mais sábio que todos os que se gabam do seu pretenso saber.

Tudo depende do tipo de lente que você utiliza para ver as coisas.

‘Superstição’ …que palavra estranha esta! Se a gente acredita no bom Deus, isto se chama ‘ter fé.’ Mas se a gente acredita em astrologia ou na sexta-feira 13, o nome muda para ‘superstição!

Principais personagens

  • Sofia Amundsen: personagem central da história, tem 14 anos e é norueguesa. Tem cabelos pretos e compridos e seus olhos são amendoados.
  • Alberto Knox: o professor de filosofia que lhe envia as primeiras cartas.
  • Major Albert Knag : personagem que lhe envia outras cartas com questionamentos, cujo conteúdo Sofia tenta entender com a ajuda de Alberto Knox.
  • Helene Amundsen: mãe de Sofia.
  • Jorunn: melhor amiga de Sofia.
  • Hilde Moller Knag : personagem cuja identidade Sofia desconhece.

Curiosidade sobre “O Mundo de Sofia”

  • O livro “O Mundo de Sofia” já virou  filme. Produzido na Noruega com direção de Erik Gustavson, foi lançado em 1999 e tem 1h30 de duração.
  • O filme foi exibido em formato de minissérie na Austrália.
  • Em Grego, “Sofia” significa “sabedoria”.
  • Em sua publicação original, o livro tem 234 páginas, divididas em 35 capítulos.

 

Faça o download do livro “O mundo de Sofia” no link. 

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Fernandes, Ruan. O Mundo de Sofia; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/o-mundo-de-sofia >. Acesso em 28 de outubro de 2019 às 14:27.

Copiar referência