Os Melhores Contos de Machado de Assis

Coletânea de narrativas do escritor Machado de Assis

“Os Melhores Contos de Machado de Assis” é um livro composto por uma rica seleção de contos do escritor Machado de Assis. A escolha dos contos foi feita pelo pesquisador e professor Domício Proença Filho, que também escreveu o prefácio da obra. A seleção teve seu primeiro lançamento em 1984.

Resumo do livro Os Melhores Contos de Machado de Assis

"Os Melhores Contos de Machado de Assis"é uma coletânea de narrativas curtas que falam do cotidiano e da sociedade de modo irônico, uma das principais características do autor.

O livro contém 29 contos com análises e críticas sobre situações do dia a dia das pessoas. Confira alguns mais importantes do livro “Os Melhores Contos de Machado de Assis”.

capa da coletânea “Os Melhores Contos de Machado de Assis” selecionada por Domício Proença Filho.
Capa do livro “Os Melhores Contos de Machado de Assis”, organizado por Domício Proença Filho. (Foto: Editora Globo)

Teoria do Medalhão

Esse conto mostra um diálogo entre pai e filho sobre o futuro do rapaz, que acabara de completar seus 21 anos. O pai aconselha o filho a se tornar um Medalhão, qualidade restrita a uma pessoa neutra e sábia, mesmo sendo só aparência.

Ele ainda enfatiza as mudanças de hábito, opiniões e gostos do filho e o uso de linguagem simples e humor limitado, sem ironias, para que o filho se torne uma pessoa de riqueza e fama. Essa história é muito conhecida dentro da coletânea “Os Melhores Contos de Machado de Assis”.

O Alienista

Dr. Simão Bacamarte é um médico frustrado com a vida de casado sem filhos, por esse motivo resolve se aprofundar nos estudos sobre a mente humana. O neurologista realiza uma investigação sobre o bem-estar psicológico da humanidade, fundando para esse fim um centro chamado de Casa Verde.

No início, ele interna algumas pessoas consideradas loucas para serem estudadas. Porém, depois de algum tempo,  torna-se um alienista e começa a internar diversas pessoas sem nenhum motivo, apenas pelos resultados de suas pesquisas.

Essa atitude gera tumulto entre a população da cidade onde mora e o líder da rebelião, Porfírio, toma a direção e consegue libertar alguns pacientes, mas resolve deixar a Casa Verde intacta. O alienista, percebendo que a maior parte da cidade estava internada, começa a refletir sobre suas teorias de insanidade e liberar alguns pacientes.

As poucas pessoas fora do estudo, consideradas “normais”, eram as que deveriam estar internadas, pois eram elas as diferentes, fora dos padrões. Após nova análise, conclui que apenas ele possui personalidade perfeita e ninguém mais. Dessa forma, se interna para o resto da vida no seu próprio centro. 

Os “Melhores Contos de Machado de Assis” reuniu as melhores críticas da vida pessoal e privada como este, por exemplo.

O Enfermeiro

Felisberto, um rico idoso do interior,  precisava de um enfermeiro como cuidador. O enfermeiro Procópio é chamado para realizar o trabalho acreditando ser uma boa oportunidade, mas logo percebe que o velho é rabugento, grosseiro e vive lhe dirigindo ofensas verbais e até agressões físicas.

Procópio agia sempre com paciência em relação a Felisberto, mas em determinado momento se demite por ficar cansado dos dias difíceis. O velho pede desculpas e o convence a ficar, no entanto as ofensas continuam.

Em determinada noite de provocações, Procópio se revolta e lança uma vasilha em direção à cabeça de Felisberto. Imbuído de raiva enforca o velho, matando-o. Como ninguém sabia do ocorrido e Procópio tinha a imagem de uma pessoa paciente, ficou com a herança do velho, esquecendo a culpa do crime.

Essa história é narrada pelo próprio personagem à beira da morte, com a velhice avançada. “Os Melhores Contos de Machado de Assis” são compostos por histórias sobre ética.

A Cartomante

Rita e Vilela são um casal que têm como amigo Camilo, o qual possui uma relação extraconjugal com Rita. O casal se aproximou de Camilo quando sua mãe faleceu e a proximidade fez os amantes se relacionarem amorosamente.

Rita vivia insegura em seu relacionamento com Camilo e com toda a situação vivenciada, então decidiu ir a uma cartomante. Após ouvir as previsões da mulher, Rita foi contar a Camilo. Este, por sua vez, não acreditava em previsões e esnobava da amante.

No entanto, certo dia, Camilo recebe uma carta na qual um desconhecido revela saber de seu romance escondido, fazendo-o se afastar de Rita.

Tempos depois, Camilo recebe novamente outra carta, desta vez de Vilela, que pede uma visita urgente. Antes de ir, Camilo vai a mesma cartomante e esta assegura tranquilidade na visita, que nada aconteceria.

Certo de que a mulher havia “adivinhado” sua preocupação, segue confiante até a casa do “amigo”. Antes de bater, Vilela já abre a porta claramente transtornado e sem dizer nenhuma palavra faz um gesto para segui-lo. Ao chegar na sala, Camilo se assusta ao ver Rita morta no chão, logo em seguida é puxado pela gola por Vilela, matando-o com dois tiros.

Missa do Galo

Em “Os Melhores Contos de Machado de Assis” é contada a história de Nogueira, um rapaz de Mangaratiba que viaja para o Rio de Janeiro na intenção de estudar. Na cidade vai morar com um parente distante, o escrivão Meneses. A esposa de Meneses, Conceição, era uma mulher tranquila e não procurava confusão, nem mesmo com o marido, quem a traía constantemente. O caso extraconjugal era consentido por Conceição.

Nas férias estudantis, Nogueira viaja para o interior na intenção de assistir a Missa do Galo na corte a na noite da véspera de Natal. Quando chega o dia, Meneses vai se encontrar com sua amante, enquanto Nogueira espera o vizinho o buscar para ir à missa.

Antes do vizinho chegar, Nogueira fica na sala lendo até dar o horário. Conceição levanta da cama, vai para sala e começa conversar com o rapaz. Os dois falam de diversos assuntos, riem e até chegam a ficar mais perto um do outro no intuito de falar mais baixo para não acordar Dona Inácia, a mãe de Conceição.

A empolgante conversa é interrompida pelo vizinho, o qual chega para levar Nogueira a Missa do Galo. Um ano depois daquele estranho acontecimento, Meneses morre e Conceição se casa com um escrevente.

A história é contada por Nogueira mais velho, relatando o acontecido daquela noite, sem saber o que de fato havia acontecido entre ele e Conceição.

Outras obras de Machado de Assis

Além desses contos resumidos, Machado de Assis escreveu muitos outros, entre eles estão:

  • Adão e Eva“, publicado em 1896 no livro Várias histórias;
  • O espelho“, publicado em 1882 na coletânea Papéis Avulsos;
  • A igreja do diabo“, publicado em 1884 no livro Histórias Sem Data;
  • To be or not to be“, publicado em 1876 em domínio público;
  • A carteira“, publicada em 1884 no jornal A Estação.

O livro “50 Contos de Machado de Assis“, selecionados por John Gledson,  também conta com as melhores obras do autor.

Análise

As narrativas eram voltadas para a vida cotidiana das pessoas que residiam na cidade do Rio de Janeiro em meados do no século XIX. Através das simples histórias é possível perceber as relações interpessoais, os costumes e os modos de sociabilidade da população carioca.

A ironia é uma marca registrada de seus textos, principalmente nos selecionados em “Os Melhores Contos de Machado de Assis”. Através dessa figura de linguagem específica, o autor conseguia transmitir um ser humano universal cheio de fraquezas, no qual o leitor se identifica.

Em “Teoria do Medalhão”, o filho precisa ser alguém com boa imagem e posição social privilegiada para ser reconhecido, ao passo que o pai tenta realizar os seus sonhos no filho, sugerindo ao rapaz o abandono dos gostos pessoais.

“O Alienista” apresenta uma análise crítica e psicológica do homem, no qual o padrão da sociedade é a loucura. Já em “A Cartomante”, Machado de Assis ironiza o fato de uma crença, motivo de zombaria, se revelar solução para quem zombou, apesar do trágico destino.

O simples conto da “Missa do Galo” revela uma condição social sobre o papel da mulher na sociedade. Na época, existia o consentimento da mulher diante da traição e a casa como único espaço de atuação. Os "melhores contos de Machado de Assis" aborda esse tipo de reflexão da mulher dentro da sociedade.

Sobre os autores

Jornalista, dramaturgo e escritor, Machado de Assis (1839-1908) é considerado um dos principais autores da literatura brasileira e um dos maiores expoentes do Realismo no Brasil.

Por ser um grande autor literário, é difícil escolher os seus melhores contos. Por isso, foram escolhidos os de maior  sucesso, os mais lidos.

Autor de diversos contos, Machado de Assis escreve sobre a vida cotidiana
Machado de Assis. (Foto: Wikipédia)

Foi autor de poesia, crônica, contos, romance e muitos outros. Dentre suas obras mais importantes estão: Dom Casmurro, Memórias Póstumas de Brás Cubas e Quincas Borba.

Domício Proença Filho é um pesquisador e professor de literatura que ocupa a cadeira 28 da Academia Brasileira de Letras desde 2006. “Os Melhores Contos de Machado de Assis” estão reunidos nessa coletânea selecionada Domício Proença Filho.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Oliveira, Darcicleia. Os Melhores Contos de Machado de Assis; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/os-melhores-contos-de-machado-de-assis >. Acesso em 18 de outubro de 2019 às 23:54.

Copiar referência