Pós-modernismo

Movimento tem criado várias vertentes artísticas

O pós-modernismo é um movimento artístico e cultural da contemporaneidade e que tem por objetivo fazer uma crítica à sociedade individualista e consumista. A Revolução Industrial, os avanços científicos e tecnológicos, a disseminação dos meios de comunicação fizeram nascer uma sociedade conectada e ao mesmo tempo individualista. Esses elementos contribuíram para o surgimento de uma arte multifacetada e que mescla o real e o imaginário.

O pós-modernismo, também chamado de pós-modernidade ou período pós-industrial, se desdobra em várias vertentes artísticas, por exemplo, a Pop Art, Arte Conceitual, Arte Cinética e Hiperrealismo.

Conheça agora um pouco mais sobre o contexto histórico desse movimento, suas características, principais movimentos e artistas.

Contexto histórico

Depois da Segunda Guerra Mundial, o mundo passou por diversas transformações sociais e a Terceira Revolução Industrial mudou a forma como a sociedade se relacionava com o tempo e o espaço. Desde então tornou-se possível se comunicar com qualquer pessoa ao redor do mundo em apenas poucos segundos. Os meios de comunicação eram usados não somente para informar, mas também para ampliar o consumo.

As máquinas substituíram o trabalho humano e as lutas de classe passaram a ganhar sentido entre os trabalhadores. As desigualdades ampliaram e a devastação do meio ambiente começou a ganhar destaque. Os projetos utópicos chegaram ao fim e a sociedade tornou-se individualista e consumista.

As identidades se tornaram fluidas, voláteis e as pessoas queriam mais do que consumir produtos; elas desejavam participar de experiências marcantes, ter novas sensações, encontrar pessoas diferentes. A internet e as novas estratégias publicitárias possibilitavam isso.

O pós-modernidade e a Arte Contemporânea surgem nesse contexto. As vanguardas artísticas passaram a criticar o movimento anterior. As pinturas, arquiteturas e esculturas usavam ironia e o humor como forma de negar o Modernismo. O pós-modernismo fez surgir outras expressões como a Pop Art, Arte Conceitual, Minimalismo, Hiperrealismo e outras.

 

Quadro da Pop Art com cores vibrantes.
A Pop Art é uma das vertentes do Pós-Modernismo. (Imagem: Pixabay)

Características do pós-modernismo

O pós-modernismo não mudou somente a forma como as pessoas se relacionavam e os processos de lutas, ela também transformou a forma de fazer arte e cultura. Os meios de comunicação contribuíram para essas transformações. A publicidade criou novos estilos. A fotografia misturou conceitos, a internet e a era digital misturaram elementos tecnológicos com os sociais e criando a arte.

A arte contemporânea passou, então, a ter seu próprio estilo. Entre as características da arte pós-moderna estão:

• Misturar de estilos, do real com o imaginário;
• Exploração das pluralidades sociais;
• Uso do humo, ironia e da metalinguagem;
• Projetos fragmentados, sem hierarquia e fragmentadas;
• Crítica ao Modernismo;
• Desconstrução de valores
• Espetacularização social;
• Uso das tecnologias para composição de peças;
• Exploração das cores quentes e cores frias com tonalidades vibrantes.

Principais movimentos

O pós-modernismo fez surgir diversos movimentos artísticos desde o seu surgimento, nos anos 1960. Cada uma das escolas tem como característica em comum a liberdade de criação e descompromisso com as técnicas. Conheça abaixo as características que diferenciam cada vertente.

Arte conceitual

Esse movimento nasceu durante a transição da modernidade para a pós-modernidade. O objetivo dos artistas era defender as ideias e conceitos e abandonar o formalismo estético. Essa vanguarda utilizava diversos objetos para a composição dos projetos. Assim, fotografias, vídeos, arames, vasos ou qualquer outro objeto que pudesse passar uma informação e provocar reflexões era utilizado. Os principais representantes foram o francês Marcel Duschamp, o norte-americano Barbara Kruger, o alemão Sebastian Bieniek.

Arte cinética

Arte cinética em exposição.
Arte do pos-modernismo criada por David Ascalon e Brad Ascalon (Imagem: Wikipedia)

Se o objetivo do pós-modernismo era criticar o Modernismo, então a arte cinética veio para romper com todos os conceitos anteriores de arte. A vanguarda, que nasceu de experimentos físicos em conjunto com pintura e escultura, utiliza-se de jogo de luzes e o uso de sobre e luz para criar ilusões de ótica. Sua principal característica é o uso do movimento nas peças artísticas. Alexander Calder, Marcel Duchamp, Antoine Pevsner são alguns dos principais artistas desse movimento.

Hiperrealismo

Hiperrealismo é uma corrente derivada do Fotorrealismo e que tem como objetivo fazer uma reprodução super-real da realidade. As imagens ou esculturas são criadas tecnicamente a partir de imagens fotográficas. O Hiperrealismo utiliza as imagens e imprime nelas contextos políticos, sociais e emocionais característicos da era contemporânea, mas que muitas vezes ultrapassam a realidade. Alguns dos artistas mais renomados dessa corrente são Gottfried Helnwein, Chuck Close, Jerry Ott.

Outros movimentos são:

• Pop Art;
• Arte de Novas Mídias;
• Arte povera (poor art);
• Arte Urbana (Street Art);

Body Art;
• Fotorrealismo;
• Minimalismo;
• Arte Digital;
Op art.

Principais representantes

Além dos artistas já citados no texto, o pós-modernismo teve diversos outros representantes nas artes plásticas, cinema, música, literatura e arquitetura. Conheça agora os principais artistas que contribuíram e contribuem com a arte contemporânea.

Samuel Beckett

Samuel Barclay Beckett (1906 – 1989) foi um escritor irlandês que escreveu peças para o teatro, rádio, televisão, além de romances e poemas. É considerado um dos primeiros pós-modernistas ao estilo minimalista e um dos mais importantes dramaturgos do século XX.

Seus projetos expressavam um grande pessimismo sobre a sociedade e apresentavam a ideia de que não existia nada a ser expresso. As principais obras de Beckett são Murphy (1938), Malone morre (1951), Watt (1953).

Sol LeWitt

Sol LeWitt (1928 – 2007) era um artista norte-americano do pós-modernismo do estilo minimalista. Nos anos 1960, criou estruturas compostas originadas do cubo sobre variações organizadas em grades. Esses volumes convidavam os observadores a criar variações possíveis de determinada figura. Também trabalhou com murais em que diferenciava as relações entre superfície e volume e com os denominados “Murais Desenhos”, concebidos para espaços determinados.

Marina Abramović

Marina Abramović é uma artista performática sérvia que ainda está em atividade. Seu trabalho explora os limites do corpo, a desempenho da mente e o envolvimento entre o artista e a plateia. Começou sua arte em 1970 e desde então ganhou fama. Em 2010, realizou uma exposição no Museu de Arte Moderna de Nova Iorque que ocupou diversos andares.

Outros representantes são:

• Anselm Kiefer (pintor e escultor alemão);
• Bansky (artista de rua britânico);
• Bill Viola (videoartista norte-americano);
• Damien Hirst (artista britânico);
• Jean-Michel Basquiat (grafiteiro norte-americano);
• Jeff Koons (escultor norte-americano);
• Richard Serra (escultor norte-americano);
• Gerhard Richter (pintor alemão);
• Takashi Murakami (artista japonês);
• Lucian Freud (pintor naturalizado britânico);
• Keith Haring (artista plástico e ativista norte-americano).

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Rosa, Joseane. Pós-modernismo; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/pos-modernismo >. Acesso em 28 de outubro de 2019 às 14:32.

Copiar referência

Outros Artigos de Artes

Monumento à Terceira Internacional.

Construtivismo nas artes

O construtivismo nas artes está relacionado com o movimento artístico […]

A Commedia dell’arte fazia a utilização do humor e críticas à sociedade em palcos improvisados.

Commedia Dell’Arte

A Commedia Dell’Arte iniciou-se a partir do início do século […]

Circo armado

Circo

O circo é o lugar onde acontecem expressões artísticas que […]

características das cores matiz

Características das Cores

As características das cores podem ser descritas como matiz, tonalidade […]