Protestantismo

Crença religiosa de oposição aos dogmas católicos

O protestantismo surgiu a partir da Reforma Protestante, que foi um movimento religioso do século XVI.

Esse movimento encabeçado pelo padre católico alemão Martinho Lutero tinha o objetivo se opor aos dogmas católicos. O protestantismo é um dos três pilares do cristianismo, junto com o catolicismo e a ortodoxia.

Atualmente o protestantismo possui 801 milhões de seguidores em todo o mundo, correspondendo a cerca de 37% da população mundial. A maior parte dos seus féis estão localizados ao norte do Europa, no Reino Unido e Estados Unidos, sendo o último o país com o maior número de adeptos com 162.653,774 protestantes.

Protestantismo Estátua de Martinho Lutero
Monumento em homenagem a Martinho Lutero, reformista cristão. (Foto: Pixabay)

Origem

Inconformado com algumas práticas da Igreja Católica e com o objetivo de corrigir alguns “erros do catolicismo”, Martinho Lutero escreveu um manifesto que ficou conhecido como 95 teses. Esses escritos foram afixados na porta da igreja de Wittemberg, na Alemanha.

No entanto, as duras críticas feitas por Lutero, entre elas, as vendas de indulgências e a negociação de cargos eclesiásticos, não foram aceitas pelo papa Leão X, que solicitou a imediata retratação do padre, ameaçando-o de ser condenado por heresia.

Martinho, por sua vez, não aceitou a solicitação do papa, e em 1530 foi excomungado pela Igreja Católica. Isso deu início a um movimento chamado de Reforma Protestante, que acabou ganhando muitos adeptos pela Europa por pregar doutrinas mais flexíveis que o catolicismo.

O termo “protestante” popularizou-se devido aos protestos provocados por Lutero ocorridos em 31 de outubro de 1517. Já os seus seguidores passaram a ser chamados de “luteranos” ou “evangélicos”.

Fatores

Alguns fatores influenciaram o surgimento do protestantismo, tais como:

Influência do Renascentismo – movimento cultural, intelectual e artístico surgido na Itália cujo objetivo era tornar as pessoas mais críticas. No período do Renascentismo o homem estava no centro das atenções (Antropocentrismo).

Imoralidade do Clero – atos praticados por membros da Igreja Católica causavam revolta em alguns reformistas, tais como:

  • Simonia – prática comum da época que consistia na venda de indulgências, objetos sagrados ou ungidos, e também cargos eclesiásticos. Visava a obtenção de prosperidade material e espiritual em troca de dinheiro.
  • Nicolaísmo – considerada uma heresia cristã. Defendia o casamento do clero levando-os a preocupar-se com os bens materiais, que seriam deixados aos seus herdeiros.

Ascensão da Burguesia – o catolicismo representava uma ameaça para o pensamento capitalista da época, que visava o lucro, uma vez que os dogmas católicos condenavam a usura (empréstimo de dinheiro com juros).

Ascensão das Monarquias – com o surgimento do absolutismo os monarcas passaram a questionar a soberania do papa, a maior autoridade católica, com o objetivo de controlar a Igreja e consolidar o seu poder.

Princípios do Protestantismo

Os princípios do protestantismo são baseados no cinco solas, que define fundamentos para a prática protestante, contrapondo-se aos ensinamentos católicos. São eles:

  • Somente a Escritura (Sola scriptura) – também chamada de “princípio formal da reforma”, a Sola scriptura reconhece a bíblia como a única escritura sagrada criada por Deus. 
  • Somente a Graça (Sola gratia) – define que a salvação só é alcançada pela graça de Deus, e que só somos resgatados da sua ira através da graça obtida pela obra do Espirito Santo.
  • Somente a Fé (Sola fide) – crer que a justificação é alcançada por meio da fé, e que a fé é a justiça de Deus. Considera que se não temos fé, então somos ímpios.
  • Somente Cristo (Solus Christus) – afirma que a única forma de obter a salvação é através de Cristo. Sendo somente ele o mediador entre Deus e a Humanidade.
  • Glória somente a Deus (Soli deo Gloria) – esse ensinamento diz que toda a glória é devida apenas a Deus, pois a salvação só é obtida por meio da sua vontade.

Protestantes no Brasil

Utiliza-se o termo “protestante” ou “evangélico” para referir-se aos adeptos de todas as congregações que surgiram com a Reforma Protestante.

O protestantismo foi trazido ao Brasil pelos holandeses em 1624, com as primeiras igreja fundadas no Nordeste. Mas foi em 1824 que as crenças protestantes se espalham por todo o país.

A vinda da família real para as terras brasileiras e a abertura dos portos às nações aliadas propiciaram a vinda das Igreja Anglicana, trazida pela Inglaterra; e a Luterana, vindo da Alemanha.

De acordo com o Censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, existem cerca de 42,3% milhões de fiéis, representando 22,2% da população do Brasil.

Entre as igrejas com maior número de adeptos está a Batista com 3,7 milhões; a Presbiteriana (1,5 milhões) e Adventista (1,5 milhões) e entre os Pentecostais e os Neopentecostais, destacam-se: Assembleia de Deus (12,3 milhões), Congregação Cristã no Brasil (2,3 milhões), a Igreja Universal do Reino de Deus (1,8 milhão) e a Igreja do Evangelho Quadrangular (1,8 milhão).

Protestantes e Católicos

Entre as principais diferenças entre as igrejas Católica e Protestante podemos destacar:

  • Enquanto no catolicismo acredita-se na salvação através do sacramento, o protestantismo crê que a bíblia contempla as instruções necessárias para que uma pessoa seja salva.
  • Os protestantes não reconhecem a autoridade do papa, mas acreditam que seguindo a bíblia o fiel seguirá a palavra de Deus. 
  • Os evangélicos, assim como os católicos ortodoxos, não adoram imagens de santos e nem acreditam em purgatório. Para ambos existe apenas o céu e o inferno.
  • Para o protestantismo a salvação é obtida através da fé, já a crença católica acredita que a salvação é atingida com a prática de boas ações.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

RIBEIRO, Lohana. Protestantismo; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/protestantismo >. Acesso em 23 de janeiro de 2020 às 10:09.

Copiar referência

Outros Artigos de Religião

Dez Pragas do Egito 7

Dez Pragas do Egito

As Dez Pragas do Egito foram dez desastres que ocorreram […]

catolicismo

Catolicismo

O catolicismo é uma religião cristã que se tornou oficial […]

Sincretismo e Religiões Afro-brasileiras

O sincretismo é definido como a fusão de várias religiões. […]

Igreja Ortodoxa

Igreja Ortodoxa

A Igreja Ortodoxa reúne a segunda maior comunidade cristã do […]