Reino Vegetal

As plantas são os representantes do grupo

O Reino Vegetal abriga cerca de 400 mil espécies conhecidas de seres vmapsivos. Esse grande grupo é composto por plantas de grande e pequeno porte, que além de pluricelulares e eucariontes são caracterizadas como autotróficos, ou seja, produzem o seu próprio alimento.

As plantas, de maneira geral, possuem: raiz (fixação e nutrição), caule (suporte e transporte de nutrientes), folhas (fotossíntese), flores (reprodução) e frutos (proteção das sementes).

Planta do Reino Vegetal
Partes da planta. (Foto: Wikipédia)

Características do Reino Vegetal

As plantas dispõem características que as diferem dos seres vivos dos Reino Animal, Reino Protista, Reino Fungi e Reino Monera:

  • Eucariontes: as células eucarióticas possuem núcleo organizado e vários tipos de organelas membranosas, sendo essa a principal diferença das células procarióticas;
  • Pluricelulares: organismos pluricelulares possuem mais de uma célula, cada uma possui uma função. Por exemplo, o anterozoide é a célula sexual masculina das plantas;  
  • Autótrofos: a autotrofia, em biologia, está relacionada à capacidade do ser vivo de produzir seu próprio alimento por meio de fotossíntese ou quimiossíntese;
  • Fotossintetizantes (com exceções): a fotossíntese é o processo de converter dióxido de carbono e água em glicose por meio da energia da luz.

Classificação dos organismos

  Briófitas Pteridófitas Gimnospermas Angiospermas
Criptógamas Fanerógamas
Sementes Ausente Ausente Presente Presente
Flores Ausente Ausente Presente Presente
Reprodução Dependem da água para fecundação Não dependem da água para a fecundação
Frutos Ausente Ausente Ausente Presente
Vasos condutores Ausente Presente Presente Presente

Estrutura reprodutiva

Existem diversas classificações dentro do Reino Vegetal. O primeiro grande grupo (criptógamas e fanerógamas) refere-se à visibilidade das estruturas produtoras de gametas das plantas.

O nome criptógama deriva das palavras gregas "cripto" (escondido) e "gamae" (gameta). Deste modo, as plantas que pertencem a esse grupo possuem como característica principal o sistema de produção de gametas pouco visível.

As plantas criptógamas também não têm flores e não produzem frutos e sementes, assim a reprodução acontece por meio de esporos. As samambaias e as avencas são representantes desse grupo.

O nome fanerógama também tem origem de palavras gregas "fanero" (visível) e "gamae" (gameta). Diferente do grupo anterior, as plantas fanerógamas têm seus sistemas produtores de gametas bastante visíveis.

Pinheiros, cicas e roseiras são exemplos de plantas com os órgãos reprodutores visíveis. Sendo assim, elas também são conhecidas como espermatófitas e possuem flores e sementes.

Vascularização

A vascularização das plantas que pertencem ao Reino Vegetal está ligada a presença de vasos condutores de seiva. Essas estruturas fazem o transporte das substâncias úteis e das que serão descartadas pelas plantas.

As plantas vasculares (Pteridófitas, Gimnospermas e Angiospermas) possuem vasos condutores, enquanto as plantas avasculares (Briófitas) não possuem vasos. Nesse último caso, o movimento de água na célula acontece por osmose e dos nutrientes por difusão simples.

Abaixo as características gerais de cada tipo de planta:

Briófitas

São plantas de pequeno porte, representadas pelos musgos, vivem em ambientes aquáticos o terrestres com grande umidade. A reprodução acontece por meio do ciclo haplo-diplonte;

Pteridófitas

Foram as primeiras que desenvolveram um sistema destinado ao transporte de seiva. Apresentam uma tamanho maior o que o grupo anterior e raiz, caule e folhas. 

Gimnospermas

As plantas pertencentes a esse grupo são terrestres e se adaptam melhor aos locais de clima frio e temperado. Possuem raiz, caule, folhas e sementes, mas não têm flores e frutos.

Angiospermas

Das 400 mil espécies de plantas, 250 mil são angiospermas que habitam diferentes locais, desde ambientes aquáticos até áridos. Esse grupo é o mais completo e possui raiz, caule, folha, flor, semente e fruto.

Citologia vegetal

As células vegetais compõem os tecidos das plantas e assemelham-se as células dos animais. Ambas possuem muitas organelas em comum, mas a célula dos vegetais diferem-se por possuírem parede celular, cloroplastos e vacúolos.

Célula do Reino Vegetal
Célula vegetal. (Foto: Wikipédia)

Nutrição

As plantas são autotróficas, ou seja, produzem o seu próprio alimento. Todos os compostos necessários para ela sobreviver são retirados do ambiente em que vive. Para isso, as plantas se apropriam do solo, do ar e da luz solar.

Na nutrição inorgânica (absorção dos nutrientes essenciais para o desenvolvimento da planta), quando um nutriente é utilizado em grande quantidade é considerado um macronutriente (nitrogênio, potássio, cálcio, etc). Se utilizado em pequena quantidade é um micronutriente (boro, cobre, ferro, etc).

Já a fotossíntese, realizada na célula dos vegetais, é a maneira que a planta utiliza a luz do sol, a água e os nutrientes encontrados no solo para produzir energia e se desenvolver. A equação química da fotossíntese é: 12H2O + 6CO2 → 6O2 + 6H2O + C6H12O6.

Há exceções quanto a nutrição de alguns seres vivos que compõem o Reino Vegetal. Cerca de 300 espécies de plantas não realizam fotossíntese. Por exemplo, a Monotropa uniflora e o cipó-chumbo são plantas parasitas que dependem de um hospedeiro para sobreviver.

Reprodução

A maioria das plantas verdes podem se reproduzir de forma assexuada (agâmica) ou sexuada (reprodução gâmica, ou por meio de gametas). A reprodução assexuada, por sua vez, ocorre por brotamento (ou gemulação), por fragmentação (formação de estolhos) ou por esporulação.

Enquanto a reprodução sexuada ocorre com alternância de gerações. Com a presença de um esporófito (o indivíduo “adulto” nas plantas vasculares) e um gametófito (o indivíduo que produz os gametas) – que pode ser parasita do esporófito ou ter vida independente.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

CAIUSCA, Alana. Reino Vegetal; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/reino-vegetal >. Acesso em 22 de janeiro de 2020 às 21:04.

Copiar referência

Outros Artigos de Biologia

Celoma

O Celoma tem origem do latim “cele” que significa “cavidade”. […]

Cavalo Marinho

O Cavalo Marinho é da espécie do Hippocampus, um gênero […]

Cavalo

O Cavalo é um animal mamífero que pertence a um […]

Caule

O Caule é o órgão que conduz as seivas das […]