Religião

Palavra do latim que significa "religar"

A religião é um dos aspectos da vida individual e/ ou coletiva que mais interfere no campo das subjetividades (fé, crença e devoção).

Um universo de símbolos que remetem ao sagrado e as concepções de verdade, respeito e tolerância. Práticas baseadas em livros sagrados, teorias filosóficas e doutrinas éticas.

Ao longo da história, os sistemas religiosos fizeram parte dos avanços e retrocessos de inúmeras civilizações. Contribuíram diretamente com a formação de estruturas sociais e da própria humanidade.

Perfis da Religião

As principais vertentes religiosas do mundo enquadram-se em organizações baseadas no tipo de crenças ou em embasamentos teóricos.

Panteísmo

Crença do “tudo é Deus”, ou seja, prega que os elementos presentes no universo/ natureza são o próprio Deus. O poder da divindade está em tudo que existe (pessoas, animais, plantas, objetos, etc), sendo o universo algo eterno.

A filosofia panteísta ensina que Deus é uma ponte de ligação, não o criador do mundo e tudo que pertence a ele, por isso a visão de perceber o divino em cada coisa.  É a linha religiosa do Budismo, Taoismo e Confucionismo, xamanismo e druidismo.  

Monoteísmo

Diferentemente do panteísmo, o monoteísmo acredita na existência de um único Deus, sendo ele soberano e criador do universo. Essa vertente baseia-se em ensinamentos dos chamados livros lavrados, como a Bíblia e o Alcorão, e na ideia de que Deus envia profetas para propagar suas mensagens.

As maiores religiões monoteístas do mundo são o Cristianismo, Judaísmo e o Islamismo.

Politeísmo

Crença e adoração em vários deuses. As divindades compartilham das mesmas características humanas, sendo que muitas delas estão ligadas à natureza e exercem várias funções.

As vertentes politeístas não acreditam em verdade absoluta ou seguem orientações de livros sagrados. Ocorre a prevalência de divindades femininas e masculinas – forças responsáveis pelo equilíbrio do universo. 

Entre as religiões dessa perspectivas estão o Hinduísmo, o Xintoísmo e a Wicca.

Ateísmo

Corrente que não acredita em divindades ou em qualquer elo espiritual. A termologia começou a ser utilizada a partir do século V a.C para nomear aqueles que não acreditavam em deuses ou em livros e lugares sagrados. 

As pessoas chamadas de ateus questionam os fenômenos que não apresentam comprovações científicas, priorizando apenas teorias racionais.

O ateísmo ainda é confundido com o agnosticismo, no entanto são concepções diferentes. O primeiro afirma que não existe divindades. Já o segundo, que não possui embasamento suficiente para comprovar a existência.

Concepções da Religião

A religião, desde a antiguidade, esteve no centro de momentos decisivos . Guerras, mudanças sociais e até o desenvolvimento científico tiveram alguma relação com o poderes religiosos.

É difícil definir o tamanho da sua influência entre os indivíduos. A arte, a música, a literatura, a culinária, entre outros, também foram modificadas por ideologias religiosas.

Religião- número de adeptos no mundo
Mais de 63% das pessoas no mundo se declaram religiosas. (Foto: Pixabay)

Apesar das diferenças, as religiões apresentam algumas características em comum. São elas:

  • Sistema de hierarquias;
  • Reuniões, festividades, rituais e cerimônias;
  • Culto às divindades ou elementos naturais;
  • Ensinamentos de livros sagrados ou doutrinas orais;
  • Símbolos que são reverenciados.

Religião no Brasil

O Brasil, pela Constituição Federal, é um Estado Laico – um avanço diante do histórico de intolerância e doutrinação religiosa.

Desde a chegada dos portugueses o cristianismo é predominante no país (mais de 165 milhões de adeptos). Esse fato ainda se mantém, mesmo com o advento das linhas evangélicas.

De acordo com estudo “Diversidade Étnico-racial e Pluralismo Religioso”, publicado em 2016, apenas 0,6% das pessoas declaram que são seguidoras de religiões de matriz africana. Isso é o reflexo dos longos anos de perseguição que essas crenças foram (e são) submetidas.

As práticas de intolerância religiosa tornaram-se crimes de ódio – delito inafiançável, sendo os infratores penalizados com prisão ou pagamento de multas. O código penal brasileiro afirma que é inviolável a liberdade de crença, sendo garantido os cultos religiosos e proteção dos locais de cerimônias e liturgias.

Com a crise dos refugiados o número de praticantes do Islã tem crescido no Brasil. Dados do IBGE dizem que de 2000 a 2010, a taxa de muçulmanos no país cresceu 29,1%.

Curiosidades

  • Até o final do século XXI, o número de adeptos do Islamismo ultrapassará o do Cristianismo.
  • O espiritismo ainda levanta certa dúvida: é religião ou doutrina? Segundo o Departamento de Antropologia Cultural da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) é religião, pois apresenta explicações espirituais e divinas para todos os acontecimentos.
  • O Templo de Todas as Religiões, situado na Rússia, é ponto de oração para fiéis de diferentes religiões.
  • O kopimismo, que prega o compartilhamento de arquivos, é reconhecido na Suécia como organização religiosa desde 2012. Os comandos Control-C e Control-V são seus símbolos sagrados.
  • Existiu um bispo, canonizado como santo, chamado Arnoldo de Soissons – o padroeiro da cerveja. No período da Idade Média, quando as condições de higiene eram precárias, ele produzia e distribuía cerveja (sem álcool) para que as pessoas não consumissem água contaminada.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

SANTOS, Thamires. Religião; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/religiao >. Acesso em 30 de janeiro de 2020 às 01:43.

Copiar referência

Outros Artigos de Religião

Dez Pragas do Egito 7

Dez Pragas do Egito

As Dez Pragas do Egito foram dez desastres que ocorreram […]

catolicismo

Catolicismo

O catolicismo é uma religião cristã que se tornou oficial […]

Sincretismo e Religiões Afro-brasileiras

O sincretismo é definido como a fusão de várias religiões. […]

Igreja Ortodoxa

Igreja Ortodoxa

A Igreja Ortodoxa reúne a segunda maior comunidade cristã do […]