Rio Nilo

Rio sagrado para o Egito

O rio Nilo tem aproximadamente 6.650 km e é considerado o maior rio em extensão do mundo. Ele fica localizado no nordeste do continente africano, a sua nascente é no rio KageraBarundi, que deságua no lago VitóriaUganda, ao sul da linha do Equador e a foz acontece no mar Mediterrâneo. Uma parte do rio passa pelo deserto do Saara.

Rio Nilo Deserto do Saara
O vale do Nilo é uma região fértil em meio ao deserto do Saara. (Foto: Pixabay)

Rio Nilo

O rio Nilo é formado através dos afluentes de outros três rios: Nilo Azul (Bahr-el-Azrak), Nilo Branco (Bahr-el-Abiad) e rio Atbara. O seu comprimento é de 6.650 km em média,a bacia hidrográfica ocupa área de 2.870.000 km² e o fluxo é de 2.830 m³ por segundo.

A partir da nascente, o rio segue por Uganda, Sudão do Sul (ao sair recebe o nome de Nilo Branco) e Sudão. Em Cartum – capital do Sudão,  se unifica ao Nilo Azul e, em seguida, acolhe o Atbara. Assim, o Nilo segue até o Cairo – capital do Egito, local onde forma o delta do Nilo.

Trata-se de um rio caudaloso cuja bacia hidrográfica atinge uma média de dez países: Burundi, Egito, Etiópia, Quênia, República Democrática do Congo, Ruanda, Sudão, Sudão do Sul, Tanzânia e Uganda.

Vários estudos afirmam que o rio Nilo é o maior em extensão do planeta Terra e o rio Amazonas é o maior rio em volume de água do mundo, mas há controvérsias e questionamentos sobre esses dados. O fato é que pesquisas sempre são realizadas nesse intuito e que ambos os rios são incrivelmente imponentes.

Nilo é uma palavra originada do latim “Nilus”, derivada do grego “Neilos”. Os egípcios chamavam o rio de “Aur” ou “Ar” cujo significado é “negro”. O rio Nilo é muito importante para vários países, principalmente para a civilização egípcia.

Nilo Azul

Situado no nordeste da África e com cerca de 1.450 km de comprimento, o Nilo Azul tem uma usina produtora de irrigação e hidroeletricidade no Sudão.

Ele sobe com uma altitude em média de 1.830 metros na região do Lago Tana – noroeste da Etiópia. O rio é chamado de Abbai em algumas regiões, principalmente nos lugares mais altos da Etiópia. Essa parte é considerada sagrada, o berço de uma cultura milenar.

Em Lalibela – cidade da região de Amhara, no norte da Etiópia, existem igrejas monolíticas, esculpidas em rocha viva, de cima para baixo e de fora para dentro, ou seja, abaixo do nível do chão. A cidade proporciona evidências da civilização medieval na Etiópia.

Nilo Branco

Ele mede cerca de 3.700 km e é um rio da África Oriental, sendo um dos afluentes principais do rio Nilo. O Nilo Branco nasce no Lago Vitória – no qual recebe o nome de Nilo Vitória, afluindo para o norte e oeste pela Uganda e percorrendo os lagos Kyoga e Albert, passando a ser conhecido como Nilo Albert.

Rio Atbara

É um curso de água localizado no nordeste da África, sua nascente ocorre no noroeste da Etiópia, a cerca de 50 km ao norte do Lago Tana e a cerca de 30 km ao oeste de Gondar. Ele desemboca no rio Nilo, na cidade de Atbara – Sudão.

Trata-se de um dos três rios que ao se encontrarem formam o rio Nilo, sendo o último afluente do Nilo antes de desaguar no mar Mediterrâneo.

Rio Nilo Delta do Nilo
O delta do Nilo é símbolo de fertilidade e está ameaçado pelas mudanças climáticas. (Foto: Wikipédia)

Delta do Nilo

O delta do Nilo é uma região onde o rio Nilo se desmembra em muitos braços para desembocar no mar Mediterrâneo, ao norte do Egito. Trata-se de uma planície com forma triangular, com cerca de 160 km de comprimento e 250 km de largura.

O Nilo se bifurca em dois principais canais que conduzem suas águas para o Mediterrâneo, o canal Roseta – ao oeste e o canal Damieta – ao leste. Essa região é amplamente povoada.

Importância

O rio Nilo oferece riquezas para as sucessivas civilizações e culturas que evoluíram nas suas margens em mais de 5.000 anos. É o responsável pela vida no Egito desde os tempos dos antigos faraós.

O rio é de fundamental importância para o desenvolvimento dos países ao norte da África. Ele fertiliza a terra favorecendo e fortalecendo a agricultura, é também uma via importante para os povos locais, que enxergam nessas águas a esperança de um futuro melhor.

O limo carregado pelas águas do rio e o domínio de sua vazão, por causa das barragens, garantem a constante irrigação das planícies banhadas por ele, que podem produzir em média três colheitas por ano: no inverno – cebola, cevada, linho e trigo; no outono – arroz e milho; no verão – algodão, arroz, cana-de-açúcar e oleaginosas.

O Egito seria apenas um deserto, não existiria se não fosse o rio Nilo. Uma média de 4% das terras egípcias são férteis e verdes por causa das águas do rio. Cerca de 99% dos egípcios vivem e sobrevivem ao longo do rio, ou então, no delta do Nilo.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Macedo, Márcia. Rio Nilo; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/rio-nilo >. Acesso em 28 de outubro de 2019 às 17:09.

Copiar referência

Outros Artigos de Geografia

As Cataratas do Iguaçu é uma das mais exuberantes belezas naturais da bacia Platina.

Bacia Platina

A Bacia Platina, também chamada de bacia do rio da […]

A bandeira do Chile representa o país internacionalmente.

Bandeira do Chile

A Bandeira do Chile possui duas listras de igual tamanho, […]

Bacia Hidrográfica do Atlântico Leste

A Bacia Hidrográfica do Atlântico Leste está entre as doze […]

A folha de bordo compõe a bandeira do Canadá.

Bandeira do Canadá

A Bandeira do Canadá é formada por uma tribanda de […]