Rio São Francisco

Velho Chico

O Rio São Francisco carinhosamente chamado de Velho Chico, é um dos mais importantes cursos d’água do Brasil e da América do Sul. Seu nome indígena é “Opará” – rio-mar ou “Pirapitinga”. Ele é muito importante para o país, principalmente para a região Nordeste, sendo o maior rio inteiramente brasileiro.

O Velho Chico abastece grande parte do Nordeste, produzindo e fornecendo energia através de usinas hidrelétricas, e tem grande importância social, econômica e cultural para o Brasil inteiro. Trata-se de um rio de paisagem natural impressionante, sendo uma das mais belas do país, com vários cânions e quedas d’água.

Rio Sao Francisco Paulo Afonso BA
Rio São Francisco na cidade de Paulo Afonso – Bahia. (Foto: Wikipédia)

Rio São Francisco

O rio São Francisco é considerado o rio da integração nacional porque conecta a região Nordeste à região Sudeste e foi muito importante para a entrada das bandeiras no início da história do Brasil. A sua importância vai além do abastecimento de água, muita gente depende dele para viver.

O Velho Chico possui vários afluentes que reunidos formam a Bacia do Rio São Francisco. Ele irriga diversos tipos de plantações, proporciona a fruticultura, a pesca e é usado para geração de energia. As usinas hidrelétricas presentes em todo percurso do rio são:

  • Três Marias – Minas Gerais
  • Sobradinho – Bahia
  • Luís Gonzaga / Itaparica – Bahia
  • Xingó – Sergipe
  • Paulo Afonso I – Bahia
  • Paulo Afonso II – Alagoas
  • Paulo Afonso III – Alagoas
  • Paulo Afonso IV – Alagoas
  • Apolônio Sales / Moxotó – Alagoas

É um rio Perene – tem um fluxo normal, constante e estável todo o tempo, não seca no período de estiagem. Ele abrange boa parte do semiárido do Nordeste e banha estados como: Alagoas, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco e Sergipe. Chegando a alcançar uma média de 521 municípios brasileiros.

Nascente e Onde Deságua

Até o ano de 2002, a informação era de que o rio São Francisco tinha sua nascente estabelecida no alto do Parque Nacional da Serra da Canastra, no município de São Roque de Minas – centro oeste do estado de Minas Gerais.

Pesquisas executadas pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) afirmam que, na verdade, a nascente do rio São Francisco está localizada no Rio Samburá, na cidade de Medeiros – Minas Gerais.

Sendo assim, ficou estabelecido que a nascente histórica do rio está na Serra da Canastra e a nascente geográfica se encontra no Rio Samburá. O rio São Francisco tem a sua foz – lugar onde acontece o desembocar do curso d’água, entre os estados de Alagoas e Sergipe.

O rio São Francisco atravessa a Bahia, passa pelo norte de Pernambuco, percorrendo uma média de 3.000 km e deságua no Oceano Atlântico, no município de Piaçabuçu - Alagoas, formando uma divisa natural entre os estados de Alagoas e Sergipe.

Bacia Hidrográfica

Bacia hidrográfica é uma parte da superfície da terra que é drenada por um rio principal, que pode ser também por córrego, riacho ou ribeirão. Segundo o Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH), o Brasil possui 12 regiões hidrográficas.

As bacias hidrográficas brasileiras são:

  • Bacia do São Francisco
  • Bacia Amazônica
  • Bacia Tocantins Araguaia
  • Bacia do Paraguai
  • Bacia Atlântico Nordeste Ocidental
  • Bacia Atlântico Nordeste Oriental
  • Bacia do Paraná
  • Bacia do Parnaíba
  • Bacia do Atlântico Leste
  • Bacia do Atlântico Sudeste
  • Bacia do Atlântico Sul
  • Bacia do Uruguai

A Bacia do Rio São Francisco abrange cerca de 641.000 km² de drenagem, percorre uma média de 2.830 km, atingindo em torno de 8% do território nacional. Ela é uma bacia hidrográfica absolutamente brasileira.

Por causa do tamanho, o Velho Chico é dividido em quatro trechos: Alto, Médio, Submédio e Baixo São Francisco. A bacia atinge diversos biomas brasileiros, como: a Caatinga, o Cerrado e a Mata Atlântica, presente nas regiões de climas úmidos, áridos e semiáridos.

Rio Sao Francisco Paratinga BA
Trecho do rio São Francisco na cidade de Paratinga – Bahia. (Foto: Wikipédia)

Afluentes

O rio São Francisco tem 168 afluentes, segundo informações do Ministério do Meio Ambiente. Desses 168, 99 são rios perenes e 69 são rios intermitentes – que somem durante o período de seca. Os principais afluentes estão localizados na margem esquerda do Alto e Médio São Francisco.

Os principais afluentes são:

  • Rio Abaeté
  • Rio Carinhanha
  • Rio Corrente
  • Rio das Velhas
  • Rio Grande
  • Rio Indaiá
  • Rio Ipanema
  • Rio Jacaré
  • Rio Jequitaí
  • Rio Jequitibá
  • Rio Moxotó
  • Rio Pajeú
  • Rio Pará
  • Rio Paracatu
  • Rio Paramirim
  • Rio Paraopeba
  • Rio Preto
  • Rio Salitre
  • Rio Santo Onofre
  • Rio Urucuia
  • Rio Verde Grande

Curiosidades

  • A nascente do rio possui 1.200 metros de altitude.
  • O rio possui várias condições naturais, entre elas: as partes externas da bacia, tanto a superior quanto a inferior possuem muita umidade. Já os cursos, médio e submédio têm regiões de seca.
  • A dupla de cangaceiros Lampião e Maria Bonita, foram mortos em um massacre na Grota do Angico – fortaleza de pedras oculta dentro da caatinga, embutida em uma depressão próximo ao rio São Francisco, na cidade de Poço Redondo – Sergipe.
  • Em 04 de outubro de 1501, o navegador e geógrafo italiano Américo Vespúcio (1454 – 1512) ao fazer uma pesquisa pelo interior do Brasil, se deparou com um rio cristalino e grandioso. Nessa ocasião, ele batizou o rio de São Francisco, o santo daquele dia. O continente americano foi batizado em homenagem a Vespúcio.
  • Também é conhecido como “Nilo brasileiro” por que promove a fertilidade em suas margens nos períodos de cheia, promovendo a agricultura.
  • A ictiofauna (agrupamento de peixes da região) da bacia tem uma média de 158 espécies de peixe.
  • A distância entre São Paulo capital e João Pessoa na Paraíba é praticamente a mesma extensão do rio São Francisco.
  • O Amazonas é o maior rio do mundo, mas o maior rio 100% brasileiro é o rio São Francisco.
  • A expansão da agricultura vem diminuindo drasticamente as matas nas margens do rio e aumentando o seu assoreamento. Essa ação humana devastadora está destruindo os biomas da bacia do São Francisco: Caatinga, Cerrado e Mata atlântica.
  • Os índices pluviométricos do rio variam muito no decorrer de sua extensão. Ele recebe a maior quantidade de chuva nos dois extremos, na nascente e na foz.
  • Foi muito usado pelas comunidades quilombolas, como o Quilombo dos Palmares, no abastecimento de água e como via de transporte.
  • Por causa da força e magnitude, o rio São Francisco é sempre citado em manifestações culturais brasileiras, como: música, literatura, cinema e televisão.
  • Em 2016, o dramaturgo e escritor Benedito Ruy Barbosa fez uma homenagem ao rio, em sua novela intitulada de “Velho Chico” exibida pela Rede Globo. A novela ficou marcada pela surpreendente fotografia e direção de arte, mas também pela morte trágica por afogamento, nas águas do rio São Francisco, do ator Domingos Montagner (1962 – 2016).
  • As águas do rio apresentam um certo perigo por possuir baixa densidade em comparação com a água do mar. Na água doce existe mais facilidade de um corpo afundar.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Macedo, Márcia. Rio São Francisco; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/rio-sao-francisco >. Acesso em 28 de outubro de 2019 às 20:11.

Copiar referência

Outros Artigos de Geografia

As Cataratas do Iguaçu é uma das mais exuberantes belezas naturais da bacia Platina.

Bacia Platina

A Bacia Platina, também chamada de bacia do rio da […]

A bandeira do Chile representa o país internacionalmente.

Bandeira do Chile

A Bandeira do Chile possui duas listras de igual tamanho, […]

Bacia Hidrográfica do Atlântico Leste

A Bacia Hidrográfica do Atlântico Leste está entre as doze […]

A folha de bordo compõe a bandeira do Canadá.

Bandeira do Canadá

A Bandeira do Canadá é formada por uma tribanda de […]