Sabinada

Revolta Emancipacionista e Republicana

Sabinada foi uma revolta independente de característica separatista provisória. A revolta aconteceu na Província da Bahia no período do Brasil Império, de 06 de novembro do ano de 1837 ao dia 16 de março do ano de 1838. O motim teve a capital baiana – Salvador, como seu principal cenário.

A revolta emancipacionista e republicana, conhecida como Sabinada, teve a liderança do jornalista, médico, republicano e revolucionário federalista baiano Francisco Sabino Álvares da Rocha Vieira Barroso (1796 – 1846), cujo sobrenome batizou a revolta, além do advogado e político João Carneiro da Silva Rego.

Sabinada no Período Regencial
Cerimônia de aclamação de D. Pedro I em 09 de abril de 1831, no Paço Imperial. (Foto: Wikipédia)

Sabinada

O movimento da Sabinada foi uma revolta que surgiu no estado da Bahia (região Nordeste), cujo ideal era promover a existência de uma república baiana de caráter transitório, até que o Imperador Dom Pedro II (1825 – 1891) atingisse a maioridade legal.

A época da Sabinada, que ocorreu dentro do Período Regencial (1831 – 1840), foi agitada e crítica para a História do Brasil. Essas manifestações eclodiram a partir do descontentamento de alguns grupos de militares, integrantes da classe média e rica da Bahia perante a condução do governo monárquico pelas regências.

As razões principais da revolta eram a insatisfação por causa da falta de autonomia administrativa e política da Província da Bahia – de acordo com os revolucionários, o governo regencial era ilegítimo, queriam instituir o federalismo republicano; questionavam também sobre a obrigatoriedade imposta aos baianos em razão da Guerra dos Farrapos (1835 – 1845).

Período Regencial

O período regencial foi um período da história do Brasil que ocorreu entre os anos de 1831 e 1840. Quando o imperador Dom Pedro I (1798 – 1834) abdicou do poder no ano de 1831 e o seu filho e herdeiro ao trono D. Pedro de Alcântara tinha somente cinco anos de idade. Nesse caso, a constituição brasileira daquela época estabelecia que o país fosse governado pela regência, até que o herdeiro do trono completasse 18 anos de idade.

Algumas regências que ocorreram no Brasil naquela época foram:

  • Regência Trina Provisória (1831)
  • Regência Trina Permanente (1831 a 1835)
  • Regência Una de Feijó (1835 a 1837)
  • Regência Interina de Araújo Lima (1837)
  • Regência Una de Araújo Lima (1838 a 1840)

Características da Sabinada

A Sabinada foi mais um tumulto que aconteceu durante o período regencial, da mesma forma que a Balaiada ocorrida no estado do Maranhão, a Cabanagem no estado do Pará e a Farroupilha que ocorreu no estado do Rio Grande do Sul. A diferença da Sabinada em relação a esses outros movimentos é que não existia a intenção separatista.

Os responsáveis por essa revolta direcionaram a insatisfação somente para o governo regencial, com intuito de estabelecer a “República Bahiense” até que D Pedro se tornasse maior de idade.

Na ocasião, não existia a pretensão de romper com a escravidão no Brasil, pelo fato de que necessitavam do suporte da aristocracia escravocrata, mas isso não aconteceu.

Como os escravos não se convenceram com a promessa de liberdade, para aqueles que dessem apoio e lutassem em favor do governo republicano, a população escrava se distanciou da causa.

A adesão ao movimento ficou por conta das classes médias urbanas, como: artesãos, comerciantes, funcionários públicos, oficiais militares, profissionais liberais e uma parte das classes mais pobres da população.

O Brasil todo estava insatisfeito com a intensa centralização da regência e no estado da Bahia a situação era ainda pior, já que as autoridades que foram nomeadas para governar a província, pessoas essas representadas pelo então governador Francisco de Sousa Paraíso (1793 – 1843), se comportavam como ditadores e tiranos.

No ano de 1837 foram discutidos os detalhes de implantação do Ato Adicional. Esse Ato teria o poder de modificar vários detalhes relacionados à Constituição decretada por D. Pedro I. Essa mudança seria possível, assim como mudou a Regência Trina para Regência Una, estabelecendo o prazo de quatro anos para o mandato de regente.

Os debates do Ato Adicional duraram até o ano de 1840, quando houve um espaço de completa indecisão política no Império.

Outra situação que provocou insatisfação foi a obrigatoriedade de alistamento militar determinada pela regência, para que a população batalhasse na Revolução Farroupilha no sul do Brasil. Em partes, foi em razão da Farroupilha que se deu início a Sabinada.

Balaiada

A Balaiada foi um movimento de revolta que ocorreu na província do Maranhão (Região Nordeste), durante os anos de 1838 a 1841. Essa revolta foi batizada com esse nome por causa do apelido de um dos principais líderes do movimento, o líder político Manuel Francisco dos Anjos Ferreira (1784 – 1840), o “Manuel Balaio”.

A Balaiada é diferente das outras revoltas do período regencial, pois foi um movimento totalmente popular que lutava contra os grandes agricultores daquele território.

Nesse período a economia agrária do Maranhão estava em crise e a revolta estava ligada às situações de miséria e perseguições sofridas pelo povo pobre da região.

Cabanagem

A Cabanagem foi um movimento de revolta que ocorreu na província do Grão-Pará – estado do Pará (Região Norte), durante os anos de 1835 a 1840. Essa revolta foi batizada com esse nome pelo fato de que boa parte do movimento era formado por indivíduos pobres que residiam em cabanas nas beiras dos rios daquela região.

Por essas pessoas morarem em cabanas, eram chamados de cabanos. A população era muito pobre, os índios e mestiços (cabanos) viviam em completa miséria, sem trabalho digno e condições básicas para uma vida saudável. Eles se uniram aos comerciantes e fazendeiros (elite local) e acabaram se revoltando contra o governo da época, gerando uma grande revolta.

Farroupilha

A Revolução Farroupilha ou Guerra dos Farrapos como é conhecida, ou ainda Decênio Heroico, foi um movimento que ocorreu no estado do Rio Grande do Sul (região sul), durante os anos de 1835 a 1845. Essa revolução foi considerada a revolta mais longa que aconteceu no Brasil.

A revolta teve a liderança da classe dominante gaúcha, que era formada por pecuaristas e fazendeiros de gado. Esses fazendeiros se aproveitavam das classes mais pobres da população, utilizando-os como massa de apoio no processo de todo o enfrentamento.

Sabinada e a Guerra dos Farrapos
Revolução Farroupilha ou Guerra dos Farrapos de 1835 a 1845. (Foto: Wikipédia)

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Macedo, Márcia. Sabinada; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/sabinada >. Acesso em 30 de janeiro de 2020 às 00:15.

Copiar referência

Outros Artigos de História

Ciclo do Pau-Brasil

O Ciclo do Pau-Brasil foi um período histórico da nação […]

Ciclo do ouro, um dos ciclos importantes do Brasil.

Ciclo do Ouro

O Ciclo do Ouro também era chamado de “ciclo da […]

Um dos ciclos econômicos do Brasil, foi o ciclo do café.

Ciclo do Café

O Ciclo do Café foi a atividade econômica mais importante […]

Ciclo do Algodão no Brasil

O Ciclo do Algodão no Brasil aconteceu entre a segunda […]