Sistema Circulatório

Responsável pelo transporte de oxigênio e nutrientes para todas as partes do corpo

Sistema circulatório ou cardiovascular é o responsável por transportar oxigênio, hormônios e nutrientes para as células, músculos e órgãos do corpo dos seres vivos, bem como por remover toxinas dos tecidos. 

Composto pelo coração – que é a bomba propulsora –, sangue e por vasos sanguíneos, que são as vias de transporte, o sistema circulatório é de grande importância para o corpo, sendo responsável por manter o organismo em perfeito funcionamento ao manter as células em condições adequadas para sobreviver e desempenhar suas funções individuais.

Componentes

Conheça um pouco mais sobre cada um dos componentes do sistema circulatório.

Sangue

O sangue é um líquido vermelho que circula entre as artérias e veias com as funções de transportar oxigênio, eliminar toxinas, equilibrar a temperatura do corpo e contribuir para a defesa do organismo.

Sistema circulatório
Sistema circulatório do ser humano. (Foto: Pixabay)

Coração

O coração é um órgão muscular e central do sistema circulatório, localizado na caixa torácica, entre os pulmões. Exerce o papel de bomba que impulsiona o sangue por meio de dois movimentos: contração ou sístole e relaxamento e diástole. Do lado esquerdo bombeia sangue arterial (com oxigênio) para o corpo e do lado direito bombeia o sangue venoso (com gás carbônico) para os pulmões.

É composto pelas seguintes estruturas:

  • Pericárdio: reveste o exterior do coração;
  • Endocárdio: reveste o interior;
  • Miocárdio: localizado entre os dois acima;
  • Átrios ou aurículas: cavidades superiores por onde o sangue chega ao coração;
  • Ventrículos: cavidades inferiores por onde o sangue sai;
  • Válvula tricúspide: evita o refluxo do sangue do átrio direito para o ventrículo direito;
  • Válvula mitral: mecanismo que impede o refluxo de sangue do átrio esquerdo para o ventrículo esquerdo.

Vasos sanguíneos

Os vasos sanguíneos são estruturas/tubos que permitem a passagem do sangue por todas as partes do corpo. Eles se ramificam e formam as artérias, veias e capilares.

  • Artérias: são vasos que saem do coração e transportam o sangue para outras partes do corpo. Sua parede é espessa e resistente para suportar a pressão sanguínea. As artérias pulmonares enviam o sangue venoso (com gás carbônico) do coração para os pulmões, enquanto a artéria aorta envia o sangue arterial, rico em gás oxigênio, do coração para os tecidos do corpo. Formam ainda as arteríolas que se ramificam e dão origem aos capilares.
  • Veias: são vasos que levam o sangue dos tecidos do corpo de volta para o coração. As veias pulmonares transportam o sangue arterial dos pulmões para o coração, as demais transportam o sangue venoso.
  • Capilares: são minúsculas ramificações de veias e artérias que possuem uma camada de células em suas paredes para permitir a troca de substâncias entre elas e o sangue. Se conectam às veias para levar o sangue de volta ao coração.

Circulação sanguínea

No sistema circulatório, o sangue realiza um percurso chamado de circulação sanguínea. Esse trajeto consiste na passagem do sangue duas vezes pelo coração formando dois circuitos chamados de pequena circulação e grande circulação.

Pequena circulação

A pequena circulação, chamada também de circulação pulmonar, corresponde ao caminho realizado pelo sangue do coração aos pulmões e vice-versa. Dessa forma, o sangue sai do ventrículo direito em direção a artéria pulmonar. Lá, se ramifica e segue para os pulmões direito e esquerdo.

Nos pulmões, realizará o processo de troca gasosa ao liberar gás carbônico e absorver o gás oxigênio. No final do percurso, o sangue oxigenado ou arterial é levado dos pulmões ao coração por meio das veias pulmonares conectadas ao átrio esquerdo.

Grande circulação

Na grande circulação ou circulação sistêmica, o sangue realiza um trajeto do coração às células do corpo e das células ao coração. Esse procedimento ocorre da seguinte maneira: o sangue oxigenado ou arterial que chega dos pulmões se direciona do átrio esquerdo para o ventrículo esquerdo.

Depois de passar pelo ventrículo esquerdo, o sangue passa pela artéria aorta, responsável por leva-lo aos tecidos de todo o corpo. Dessa maneira, ao chegar aos tecidos, ocorre novamente a troca de gases, porém, nos vasos capilares quando estes absorvem o gás oxigênio e liberam o gás carbônico. O sangue, então se torna venoso.

Esse sangue venoso retorna ao coração e chega ao átrio direito pelas veias cavas superiores e inferiores encerrando o processo do sistema circulatório.

Tipos de sistema circulatório

O sistema circulatório é dividido em:

  • Sistema circulatório aberto ou lacunar: presente em alguns invertebrados, como moluscos e artrópodes, consiste em um tipo de sangue sem pigmentos (hemolinfa) que passa pelas cavidades e lacunas dos tecidos, em contato direto com as células, sem a existência de vasos sanguíneos.
  • Sistema circulatório fechado: ocorre em anelídeos, cefalópodes e todos os demais vertebrados e consiste na circulação do sangue dentro de vasos que percorrem todo o corpo, de forma rápida.

Sistema circulatório nos invertebrados

Alguns animais invertebrados possuem sistema circulatório fechado e outros aberto ou ausente. Algumas espécies de moluscos, por exemplo, possuem um coração situado no interior da cavidade pericárdica, responsável por bombear a hemolinfa das artérias para as outras partes do corpo. Já outras possui o sistema circulatório aberto e o líquido sanguíneo passa pelas artérias e cavidades entre os tecidos chamadas de hemocelas.

No caso dos anelídeos, esse sistema é fechado, com vários “corações” internos que consistem em vasos que bombeiam o líquido sanguíneo, enquanto os artrópodes possuem um coração tubular dorsal que se divide em câmaras com válvulas separadas, denominadas óstios.

Sistema circulatório nos vertebrados

De maneira geral, os animais vertebrados são compostos por um coração, que é responsável por bombear o sangue para os vasos sanguíneos favorecendo trocas de gases e nutrientes.

Nas aves e mamíferos, incluindo os seres humanos, o coração é estruturado em quatro câmaras, com dois átrios e dois ventrículos. Portanto a circulação sanguínea é separada da arterial, sem mistura de sangue venoso e arterial.

Os répteis possuem um coração com três câmaras, com um ventrículo parcialmente dividido e por isso ocorre uma mistura do sangue, ainda que numa quantidade baixa. A exceção são os répteis crocodilianos, que possuem uma divisão dos ventrículos completa.

Também os anfíbios possuem três câmaras no coração e há uma mistura dos dois tipos de sangue. Já os peixes possuem um coração com apenas duas câmaras, um átrio e um ventrículo. O sangue venoso entra pelo átrio e vai para o ventrículo, onde é bombeado para as brânquias e oxigenado.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

LOPES, Adriana. Sistema Circulatório; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/sistema-circulatorio >. Acesso em 22 de janeiro de 2020 às 19:32.

Copiar referência

Outros Artigos de Biologia

Celoma

O Celoma tem origem do latim “cele” que significa “cavidade”. […]

Cavalo Marinho

O Cavalo Marinho é da espécie do Hippocampus, um gênero […]

Cavalo

O Cavalo é um animal mamífero que pertence a um […]

Caule

O Caule é o órgão que conduz as seivas das […]