Sistema Imunológico

A defesa do organismo

 O sistema imunológico conhecido também como sistema imune ou imunitário diz respeito a um grupo de elementos e processos biológicos que têm a função de defender o organismo contra doenças.

Portanto, o objetivo é proteger o corpo contra agentes patogênicos que podem ser: bactérias, vírus, protozoários, fungos, vermes, além de outros.

O que é resposta imune?

Como apresentado, o sistema imunológico é direcionado para defender o organismo de agentes estranhos e, assim, mantê-lo estável. Para isso acontecer, o sistema imune é dividido em dois tipos: imunidade natural e imunidade adquirida.

Imunidade natural

Denominada também de imunidade inata esse sistema consiste em um conjunto de defesa que é natural, ou seja, o indivíduo já nasce com ele. Dessa forma, não é preciso injetar substâncias para proteger o organismo. Esse sistema consiste em barreiras físicas, químicas e biológicas do corpo.

Essa barreira corresponde aos tecidos do sistema respiratório, lágrimas, saliva, cílios, muco, plaquetas, suor, membranas e suco gástrico. Além disso, existem células, como os glóbulos brancos, que destroem micróbios.

Em síntese, a resposta imune natural pode conter a entrada de agentes infecciosos como também ajudar nas respostas imunes adaptativas.

Imunidade adquirida

A imunidade adquirida denominada também como imunidade adaptativa diz respeito a um sistema de defesa implantado que o organismo recebe após ter sido infectado por algum agente.

Existem dois tipos, sendo eles: 

  • Imunidade humoral: corresponde a uma resposta defensiva onde atuam os anticorpos, conhecidos como imunoglobulinas que são formadas pelos linfócitos B. Os anticorpos têm como função reconhecer os antígenos que correspondem a substâncias estranhas;
  • Imunidade celular: diz respeito a um sistema de defesa mediado pelos linfócitos T. Portanto, quando um agente patogênico sobrevive no corpo e, os anticorpos não conseguem ter acesso, as células T eliminam essas substâncias infectadas.

Os órgãos do sistema imunológico

O sistema imunológico é formado por órgãos como: linfonodos, timo, baço, medula óssea, vasos linfáticos, dentre outros. Eles estão classificados como: primários e secundários.

Órgãos do sistema imunológico
Os órgãos do sistema imunológico. (Foto: Guia Estudo)

Nos órgãos primários acontece a linfopoese que corresponde ao processo de formação de linfócitos. Já nos secundários ocorre a resposta imune.

Os órgãos imunitários primários são, por exemplo:

  • Timo: corresponde a uma glândula que fica no tórax, entre os pulmões. Ela é responsável pelo desenvolvimento dos linfócitos T;
  • Medula óssea: é denominada também como tutano. Corresponde a um tecido com aspecto mole localizado dentro dos ossos. Não as medulas ósseas que ocorrem a produção de plaquetas, hemácias e leucócitos;
  • Células tronco: denominadas também como células fonte. Elas correspondem a um tipo de célula capazes de se dividirem e originar outras. Existem grupos de células células-tronco embrionárias (ou não embrionárias), adultas e induzidas.  

Já os órgãos imunitários secundários são por exemplo:

  • Baço: corresponde a um órgão do sistema linfático localizado na região esquerda do abdômen. Ele é caracterizado por ser o maior órgãos linfáticos;
  • Linfonodos: conhecido também como gânglios linfáticos diz respeito a pequenos órgãos compostos pelo tecido linfoide.  

O vídeo abaixo apresenta mais informações sobre o sistema imunológico.

As células do sistema imunológico

O sistema imunológico é composto por células como: linfócitos, leucócitos e macrófagos. À frente mais detalhes sobre cada uma delas.

Linfócitos

Os linfócitos dizem respeito a células que fazem parte do sistema imunológico, denominadas também de glóbulos brancos. Eles são responsáveis pela defesa do organismo e atuam na destruição de agentes infecciosos. Existem dois principais tipos dessas células que são: linfócitos T e os linfócitos B.

Leucócitos

Os leucócitos são conhecidos também como glóbulos brancos. Eles são derivadas da medula óssea e estão localizadas no sangue, em órgãos linfoides, nos tecidos conjuntivos e na linfa.  O objetivo dessa célula consiste em eliminar substâncias estranhas que entram no organismo, por meio da produção de anticorpos.

Macrófago

No estudo da citologia, os macrófago representam as células oriundas dos monócitos. Elas estão localizados no tecido conjuntivo e tem como objetivo realizar o processo da fagocitose. 

Doença autoimune

A doença autoimune diz respeito a uma reação imune anormal do organismo que atinge o próprio corpo. Existem várias doenças originadas por essa condição, por exemplo: Lúpus, Vitiligo e Doença de Chron. Não há explicações científicas para as causas dessa doença, mas acredita-se que condições externas tenham influências.

Lúpus

O lúpus é uma doença autoimune que é capaz de atingir órgãos como pele, rins, cérebro, além de outros. Essa doença pode atingir homens e mulheres, no entanto é mais comum em mulheres. Além disso, o lúpus é uma doença que atinge mais as pessoas hispânicas, afro-americanas e asiáticas.

A depender do organismo que seja atingido os sintomas dessa doença podem variar. Mas em geral, o paciente pode sentir dor nas articulações, dificuldade respiratória, dores no peito, confusão mental, fadiga, sensibilidade à luz solar, lesões na pele, febre, dentre outros sintomas.

Quando atingida em órgãos como cérebro, o indivíduo que possui lúpus pode ter convulsões, cefaleia e formigamento. Caso o lúpus atinja o pulmão, por exemplo, é capaz de causar sintomas como tosse com sangue e dificuldades respiratórias.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

ALVES, Jéssica. Sistema Imunológico; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/sistema-imunologico/ >. Acesso em 30 de janeiro de 2020 às 00:38.

Copiar referência

Outros Artigos de Biologia

Celoma

O Celoma tem origem do latim “cele” que significa “cavidade”. […]

Cavalo Marinho

O Cavalo Marinho é da espécie do Hippocampus, um gênero […]

Cavalo

O Cavalo é um animal mamífero que pertence a um […]

Caule

O Caule é o órgão que conduz as seivas das […]