Taoismo

Conjunto de crenças que prega a harmonia da vida

O taoismo também conhecido como daoísmo surgiu a partir de antigas crenças panteísticas e crenças xamânicas chinesas. Originária de uma filosofia oriental, conhecida como Tao, a tradição foi criada na China a partir da filosofia de Lao Tse.

O taoismo segue a busca pelo Tao, que significa caminho e representa a força do universo. A crença diz que a sabedoria do Tao é a única fonte do universo, portanto, um fluxo natural dos acontecimentos da vida que todos devem seguir.

Símbolo do taoismo
O símbolo do taoismo representa o equilíbrio das forças positivas e negativas do universo. (Foto: Pixabay)

O taoismo é uma religião politeísta. Ela acredita que o Tao tem o papel de criador de tudo o que existe, no entanto, o Tao representa várias divindades adoradas nos templos taoistas.

O taoismo usa dois conceitos que expõe a dualidade das coisas do universo: o yin e o yang. Esses dois os elementos representam as duas forças fundamentais opostas e complementares que estão contidas na natureza: o feminino e o masculino, o bem e o mal, o claro e o escuro.

História do taoismo

O taoismo foi desenvolvido na China durante o século II a. C., na dinastia do imperador Han. Tradicionalmente, os ensinamentos taoistas são atribuídos ao filósofo Lao Tsé, considerado fundador do taoismo, apesar de a religião também ser atribuída a Huang-Ti, o mítico imperador amarelo.

Huang-Ti, que teria vivido entre 2697 a.C. e 2597 a.C, é considerado responsável pela tradição chinesa não só como um dos criadores do taoismo, mas também de outros importantes elementos da cultura chinesa como a astrologia chinesa, a medicina chinesa.

De acordo com o que prega a tradição, Lao Tsé teria escrito o livro sagrado do taoismo, o Tao Te Ching. Chamado em português de livro do “Caminho da Virtude“, é um livro de 5.500 palavras em que estão contidos os ensinamentos religiosos e filosóficos adquiridos por Lao Tsé na busca pelo caminho.

O taoismo já foi uma das maiores religiões da China, no entanto, seu número de adeptos reduziu consideravelmente depois que a revolução comunista chinesa, adotou políticas contra religiões e filosofias que pregavam ideias divergentes às opiniões do Partido Comunista.

Atualmente, a República Popular da China reconhece o taoismo como uma de suas principais religiões. Juntamente com o confucionismo e com o budismo, o taoismo constitui as principais tradições religiosas da China e do Extremo Oriente. As atividades taoistas são reguladas através da Associação Taoista da China.

A religião encontra adeptos em outros países como Hong Kong e na Tailândia. O taoismo também foi difundida em todo o mundo através da prática de artes marciais que utilizam os ensinamentos da harmonia entre o yin e o yang. Além disso, a crença taoista exerceu influência sobre o xintoísmo, religião tradicional da cultura japonesa.

Crenças do taoismo

O taoismo não se resume a uma religião. Trata-se de um estilo de vida composto por um sistema ético de práticas e ensinamentos que guiam a vida dos seus seguidores.

Um de seus principais ensinamentos prega o desapego dos bens materiais como forma de alcançar o seu caminho.

De acordo com a doutrina taoista não se deve tentar entender as estruturas da natureza, e sim submeter-se às suas leis.

Para essa crença religiosa, existem algumas formas de se alcançar a plenitude espiritual. São elas: meditação, prática do feng shui, leitura dos textos sagrados, e leitura da sorte ou adivinhação.

Dentre os rituais sagrados para os taoistas estão o culto aos ancestrais, exorcismo, a alquimia como cura dos males físicos, a magia para ter poder sobre a natureza, e a necromancia como forma de se antecipar ao futuro.

 Ritual do Taoismo
Meditação é um dos rituais do taoismo para encontrar a plenitude espiritual. (Foto: Pixabay)

Fundamentos do taoismo

O taoismo prega alguns conceitos fundamentais:

  • Contemplação da natureza – para que o ser humano possa se harmonizar basta contemplar a natureza e tomá-la como referência em suas atitudes e pensamentos;
  • Não agir – de acordo com esse princípio, é através do não agir que se encontra a paz e o equilíbrio;
  • Suavidade – o taoismo sustenta que a suavidade, o relaxamento e a flexibilidade são mais importantes que a força e a rigidez;
  • Humildade – ensina as pessoas a imitar a água, que sempre flui para os locais mais baixos, e se colocar nas posições mais baixas da sociedade;
  • Generosidade – prega que as pessoas devem imitar a natureza, sendo generosas e dando sem esperar receber nada em troca;
  • Não violência – trata-se de um conselho de Lao-Tse aos governantes para a evitar ao máximo a violência e recorrer a ela apenas em último caso;
  • Simplicidade –segundo o taoismo as pessoas devem procurar ser cada vez mais simples, pois o acúmulo de conhecimentos tende afastá-las do seu estado perfeição e pureza;
  • Evitar o excesso de normas e proibições – a religião acredita que o excesso de normas e proibições revela a decadência moral de uma sociedade, pois as pessoas de virtude fazem o bem de maneira espontânea, sem a necessidade da existência de regras.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

DIAS, Fabiana. Taoismo; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/taoismo >. Acesso em 23 de janeiro de 2020 às 05:19.

Copiar referência

Outros Artigos de Religião

Dez Pragas do Egito 7

Dez Pragas do Egito

As Dez Pragas do Egito foram dez desastres que ocorreram […]

catolicismo

Catolicismo

O catolicismo é uma religião cristã que se tornou oficial […]

Sincretismo e Religiões Afro-brasileiras

O sincretismo é definido como a fusão de várias religiões. […]

Igreja Ortodoxa

Igreja Ortodoxa

A Igreja Ortodoxa reúne a segunda maior comunidade cristã do […]