Teatro Grego

Um dos mais significativos aspectos da cultura grega

O teatro grego foi uma das formas de arte mais ricas da Antiguidade. Originado das festas que saudavam o deus Dionísio, o teatro grego incluía espetáculos de mímica, dança, música, e a recitação poesias.

As celebrações às festas dionisíacas duravam seis dias. Durante os festejos havia as procissões e os ditirambos, cantos líricos entoados com o auxílio de fantasias e máscaras. Mais tarde essas manifestações evoluíram para a forma de representação inteiramente cênica tal qual se conhece hoje.

Surgido em Atenas, por volta de 550 a.C., o teatro grego foi muito importante para a cultura grega. Essa arte foi cultivada, especialmente, em Atenas, e se espalhou por toda a área de influência grega, desde a Ásia Menor até a Magna Grécia e o norte da África.

Além disso, influenciou outros povos da História Antiga, como os povos romanos, que a levaram até as suas regiões mais distantes regiões, se tornando uma referência fundamental na cultura do ocidente até os dias atuais.

Teatro Grego
Ruínas de um teatro grego. (Foto: Pixabay)

Contexto e características do teatro grego

Nas celebrações dionisíacas eram realizados concursos de autores e os jovens dançavam e cantavam dentro do templo do deus Dionísio, oferecendo-lhe vinho. Com o passar do tempo, a festa dionisíaca foi evoluindo, a partir de então surgiram os diretores de coro, organizadores das procissões que chegavam a reunir nas cidades até vinte mil pessoas.

O primeiro diretor de coro e dramaturgo foi Téspis. Convidado pelo tirano Pisístrato para dirigir a procissão de Atenas e vencedor do primeiro concurso dramático registrado, Téspis foi um elo importante na evolução final do ditirambo cantado em direção ao texto recitado e dialogado. O coro era composto pelos narradores da história que, por meio de representação, canções e danças, relatavam as façanhas do personagem.

Assim, essa manifestação artística foi evoluindo até chegar ao que hoje se conhece como o teatro com enredo, atores, plateia e encenações. O teatro grego era composto por vários elementos, cenários e figurinos. Além da presença de júris, eles apresentavam músicas, danças e mímicas.

O teatro grego era formado por atores apenas do sexo masculino, poi as mulheres não eram consideradas cidadãs da polis (cidade gregas). Os homens interpretavam diversos papéis no mesmo espetáculo. As máscaras eram um instrumento indispensável do figurino dos atores do teatro grego.

A Grécia Antiga reuniu diversos festivais de teatro que eram apresentados o dia inteiro, durante vários dias. O teatro grego viveu o seu apogeu após a queda de Atenas, que foi destruída pelos persas em 481 a.C. Quando a cidade foi reconstruída, o teatro passou a desempenhar um papel importante na cultura local.

Os dramaturgos mais importantes dessa época foram Ésquilo e Sófocles. Após a derrota de Atenas para Esparta na Guerra do Peloponeso, a produção teatral decaiu. No entanto, o teatro grego continuou a ser cultivado até o período helenístico.

As peças teatrais gregas eram representadas com temas variados, dentre eles: tragédias ligadas ao cotidiano, fatos heroicos, problemas emocionais e psicológicos, lendas e mitos, homenagem aos deuses gregos, fatos heroicos e críticas aos políticos.

Gêneros do teatro grego

Com a evolução da forma e a introdução de enredos fictícios, se estabeleceu dois gêneros principais no teatro grego: a tragédia e a comédia.

Tragédia

A tragédia é o gênero mais antigos do teatro grego, ele abordava temas ligados à religião ou às sagas dos heróis. Algumas tragédias se debruçavam também sobre assuntos da época.

Compostas por cinco atos, os personagens da comédia eram deuses, reis e heróis. Os júris das tragédias eram formados por cinco pessoas importantes da aristocracia.

Os dramaturgos mais importantes desse gênero foram: Ésquilo, Sófocles e Eurípides.

Comédia

A comédia era um gênero crítico baseado nas sátira, que foi reconhecida meio século depois da tragédia. Esse gênero abordava fatos do cotidianos como críticas aos governantes, à educação dos sofistas e às guerras.

Considerada pelos clássicos como um gênero menor, em relação à tragédia, os júris da comédia eram formados por três pessoas da plateia.

Entre os dramaturgos desse gênero, destaca-se: Aristófanes e Menandro.

Autores do teatro grego

O teatro grego registrou vários autores, sobretudo, na época em que viveu o seu apogeu. No entanto, apenas quatro autores tiveram peças integrais reconhecidas. No gênero tragédia, os autores reconhecidos por suas obras completas são: Ésquilo, Sófocles e Eurípedes. Já na comédia, o único que teve suas peças integrais reconhecidas foi Aristófanes.

  • Ésquilo (525 a 456 a.C. aproximadamente)

Temas abordados: fatos sobre os deuses e os mitos

Texto principal: “Prometeu acorrentado”

  • Sófocles (496 a 406 a.C. aproximadamente)

Temas abordados: as grandes figuras reais.

Texto principal: “Édipo Rei”

  • Eurípides (484 a 406 a.C. aproximadamente)

Temas abordados: dos renegados, dos vencidos (pai do drama ocidental)

Texto principal: “As troianas”

  • Aristófanes (445 a.C.? – 386 a.C.)

Dramaturgo grego considerado o maior representante da comédia grega clássica.

Os primeiros teatros gregos

O termo teatro vem do grego “theatron”, local onde se vê. Situados ao ar livre em locais que proporcionavam uma boa acústica, os primeiros teatros surgiram a partir do século VI a.C.

Os teatros eram divididos em áreas. A área da plateia, inicialmente formada por bancos feitos de madeira, e posteriormente foram construídos os bancos de pedras. A área das orquestras, onde o coro realizava a sua interpretação, era circular em terra batida ou com lajes de pedra situada no centro das bancadas.

Atrás da orquestra havia o cenário, estrutura que tinha a função inicial de servir como local onde os atores trocavam de roupa. Posteriormente, o cenário passou a representar a fachada de um palácio ou de um templo. Em frente ao cenário estava o proscênio, onde os atores representavam os papéis.

Os teatros mais importantes da Grécia Antiga foram: o Teatro de Epidauro, o Teatro de Dodona, o Odeon de Herodes Ático, o Teatro de Delfos, o Teatro de Segesta, o Teatro de Siracusa e o Teatro de Dionísio.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

DIAS, Fabiana. Teatro Grego; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/teatro-grego >. Acesso em 28 de outubro de 2019 às 15:23.

Copiar referência

Outros Artigos de Artes

Monumento à Terceira Internacional.

Construtivismo nas artes

O construtivismo nas artes está relacionado com o movimento artístico […]

A Commedia dell’arte fazia a utilização do humor e críticas à sociedade em palcos improvisados.

Commedia Dell’Arte

A Commedia Dell’Arte iniciou-se a partir do início do século […]

Circo armado

Circo

O circo é o lugar onde acontecem expressões artísticas que […]

características das cores matiz

Características das Cores

As características das cores podem ser descritas como matiz, tonalidade […]