Teocentrismo

Deus como centro do mundo

O Teocentrismo é a doutrina baseada nos princípios da Bíblia, onde declara Deus como a base central de todo o universo, autor e responsável pela criação de todas as coisas e de tudo que há.

Na Idade Média, a filosofia do Teocentrismo era baseada nos mandamentos bíblicos e foi bastante defendida por esses povos.

teocentrismo
O Teocentrismo é baseado nos fundamentos da Bíblia. (Foto: Wikipédia)

A ideia do Teocentrismo na Idade Média ganhou corpo ao se posicionar contra a doutrina do Antropocentrismo e também contra o Humanismo Renascentista.

O foco era valorizar o entendimento sagrado de que o prazer humano era considerado pecado e o desejo divino está acima da vontade e lógica humana.

A palavra Teocentrismo vem do grego Theos que significa “Deus” e Kentron que significa “centro”, ou seja, “Deus como o centro do mundo”.

A importância das atitudes em prol de outras pessoas ou até ao meio ambiente, a abnegação, a atenção, a humildade, a moderação e o respeito estão diretamente atribuídos a Deus e tudo gira em torno dEle.

Teocentrismo Medieval

No Teocentrismo Medieval, Deus e a Bíblia cristã eram conhecidos como as únicas veracidades que existiam no universo. Naquela época, a igreja reprimia e barrava toda ideia científica e empirista. Isso fortaleceu a permanência do teocentrismo durante séculos.

Deus era considerado o centro e salvador nos aspectos culturais, econômicos, políticos e sociais daquela Era. O Teocentrismo Medieval simbolizava a ligação entre o sagrado – religião e a população, a defesa da única verdade, guiados por Jesus Cristo e pelos ensinamentos da Bíblia.

Deus e o teocentrismo
No Teocentrismo, Deus é considerado o centro do universo. (Foto: Wikipédia)

Durante a Idade Média que se estendeu do século V ao século XV, a igreja tinha tanto poder quanto a nobreza. Eles consideravam que existia uma só verdade e sendo assim, conseguiam monitorar a vida do povo, tanto na questão cultural, quanto política.

Quem não rezasse conforme a cartilha dos poderosos, fazendo críticas e/ou questionamentos sobre os dogmas da igreja, era considerado filho do diabo e merecia castigo severo e até a morte.

Teocentrismo X Antropocentrismo

Quando surgiu o Humanismo Renascentista – movimento intelectual desenvolvido na Europa, entre os séculos XIV e XVI, aconteceu também uma série de transformações filosóficas, históricas e sociais. A partir do século XVI, a Europa percebeu que nascia o conceito do Antropocentrismo (Anthropos – “Humano” e Kentron – “centro”).

O principal marco que o Antropocentrismo desenvolveu foi o Heliocentrismo de Copérnico, que considerava a teoria de que a Terra fazia a volta em torno do sol e que o sol é o centro do sistema solar.

A Teoria de Copérnico (1473 a 1543) era contrária ao Modelo Geocêntrico que acreditava que a Terra era o centro do sistema solar e era defendido pela igreja na época.

Aliado a tudo isso, a Reforma Protestante (1517) de Martinho Lutero desmentiu e contestou várias atitudes que a igreja tomou como a autoridade eclesiástica e a venda de indulgências.

A partir daí as pessoas foram se conscientizando e dando oportunidades para outros assuntos referentes ao Ser, isso fortaleceu o Renascimento Cultural (Séculos XIV a XVI) e por consequência o Humanismo Italiano (Século XV e XVI).

Por causa da visão unilateral dos humanistas, que foi aprofundada na Idade Média e destacada pelo teocentrismo, foi comparada a um enorme período de retrocesso artístico, filosófico e intelectual, que recebeu o nome de “Idade das Trevas”, em menção ao obscurantismo da História Medieval.

A mistura do Heliocentrismo com a crise da Idade Média, a igreja e o começo das grandes navegações marítimas acarretou uma importância para a transformação do pensamento do povo europeu.

Isso foi provocando um questionamento coletivo sobre os temas ligados ao ser humano, fazendo crescer as noções artísticas, culturais e filosóficas.

Renascimento Cultural

Trata-se de uma grande mobilização de mudanças culturais, que ocorreu na Europa Ocidental entre os séculos XIV e XVI. Esse movimento foi caracterizado pelo resgate da cultura clássica – valores da cultura greco-romana. Foi um importante período transitório que envolveu estruturas feudo capitalistas.

Reforma Protestante

Movimento reformista cristão que aconteceu no século XVI e foi liderado por Martinho Lutero. O movimento ficou conhecido como protesto contra abusos do clero e evoluiu para uma ideia de reforma no catolicismo romano. Seu começo se deu por causa das críticas às indulgências.

Várias personalidades religiosas e governantes dos países da Europa apoiaram Lutero e isso provocou uma revolução religiosa. A Reforma protestante resultou na divisão da Igreja do Ocidente, entre os católicos romanos e os reformados ou protestantes que deu origem ao Protestantismo.

Protestantismo

Trata-se de um dos braços do Cristianismo e afirma que a fonte de fé é a Bíblia. Originado da reforma europeia no século XVI por Martinho Lutero, denomina todos os povos cristãos e religiosos de origem europeia ocidental.

Um conjunto de cidades imperiais e príncipes protestaram contra Édito de Worms, por proibir que ocorresse no sacro Império Romano, os ensinamentos luteranos.

Pintura de retrata o rosto de Martinho Lutero
Martinho Lutero, principal nome da Reforma Protestante (Wikipédia)

Martinho Lutero sustentava que a fé era componente essencial para a salvação e escreveu várias teses onde questionava os dogmas, os ensinamentos e as práticas do clero. Ele negou a infalibilidade do papa e por isso, foi excomungado pelo papa Leão X.

Lutero condenou a comercialização das indulgências pela igreja e o rebaixamento moral do clero naquela época e assim, rompeu com a Igreja católica. Ele ainda, acabou com imagens dos santos, suspendeu o celibato, proibiu o latim das celebrações e só manteve o batismo e a eucaristia.

Curiosidades sobre o Teocentrismo

  • Toma a bíblia como principal fonte de princípios;
  • O nome vem dos termos gregos “Theos” e “Kentron”, que querem dizem “Deus” e “Centro”, respectivamente;
  • Enquanto o Teocentrismo vê Deus como centro do universo, o Antropocentrismo diz que o centro do universo é o homem;
  • Na Idade Média, não acreditar em Deus ou questionar a igreja era motivo de castigo e até de morte;
  • Santo Agostinho difunde a ideia de que o ser humano, por ter cometido o pecado original, como Adão e Eva, é um ser pecador que necessita eternamente da aprovação de Deus.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Macedo, Márcia. Teocentrismo; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/teocentrismo >. Acesso em 29 de janeiro de 2020 às 17:54.

Copiar referência

Outros Artigos de Religião

Dez Pragas do Egito 7

Dez Pragas do Egito

As Dez Pragas do Egito foram dez desastres que ocorreram […]

catolicismo

Catolicismo

O catolicismo é uma religião cristã que se tornou oficial […]

Sincretismo e Religiões Afro-brasileiras

O sincretismo é definido como a fusão de várias religiões. […]

Igreja Ortodoxa

Igreja Ortodoxa

A Igreja Ortodoxa reúne a segunda maior comunidade cristã do […]