Teoria do Big Bang

Grande explosão que provocou o surgimento do universo

A Teoria do Big Bang significa grande explosão. É utilizada para explicar o surgimento do universo e é uma das teorias mais aceitas na atualidade.

Essa hipótese afirma que a origem do universo se deu a partir da explosão de uma partícula única, conhecida também como átomo primordial. Isso provocou um cataclismo cósmico incomparável há cerca de 13,8 bilhões de anos.

A teoria afirma ainda que o universo vive em expansão contínua.

Teoria do Big Bang
A Teoria do Big Bang garante que o universo se originou a partir de uma grande explosão. (Foto: Pixabay)

O astrônomo belga Georges Lemaître (1894-1966) considerou os conhecimentos do físico alemão Albert Einstein (1879-1955) sobre a Teoria da Relatividade Geral (Teoria da Gravidade), que descreve a gravitação como a ação das massas nas propriedades do espaço e do tempo, e isso afeta o movimento dos corpos e também as outras propriedades físicas. A partir daí, elaborou a teoria do Big Bang.

A ideia da expansão do universo surgiu quando o matemático russo Alexander Friedmann (1888-1925) resolveu investigar as soluções das equações da relatividade geral. Só que essa interpretação estava muito mais relacionada com a matemática do que com a física.

Lemaître conseguiu chegar às mesmas soluções que Friedmann e procurou explicar o universo real, ou seja, ele acabou indo além da análise matemática. Os estudos de Edwin Hubble (1889-1953) sobre as galáxias estarem se afastando em todas as direções, acabou reforçando ainda mais a teoria do Big Bang. À noite, é possível perceber que as galáxias ficam afastadas uma das outras, pois parece que o céu é preenchido por espaços vazios.

Hubble detectou que quanto mais distante a galáxia está, a velocidade com que ela se afasta é ainda maior. A esse evento deu-se o nome de Lei de Hubble. Essa lei conclui que se o universo está em constante expansão, no passado o seu tamanho foi pequeno em algum momento. A criação de tudo, o espaço e o tempo são de responsabilidade da expansão.

Depois que o universo se formou, apareceram quatro forças fundamentais da natureza:

No início do Big Bang, essas teorias foram unificadas e tempos depois, quando o universo começou, elas se dividiram.

Teoria do Big Bang Explosão
A Teoria do Big Bang explica o surgimento do universo. (Foto: Pixabay)

Georges Lemaître

O belga Georges-Henri Joseph Édouard Lemaître foi um padre católico, físico e ficou conhecido por causa dos seus estudos especializados em astronomia e cosmologia. Ele é o responsável por propor a teoria do Big Bang como a teoria do universo, chamada por ele de “hipótese do átomo primordial”, conhecida também como “ovo cósmico”, que George Gamow desenvolveu depois.

Nasceu em 17 de julho de 1894, em Charleroi, onde finalizou a educação básica em uma escola jesuíta. Além do doutorado em Ciências e Matemática, ele também era formado em Engenharia Civil pela Universidade Católica de Louvain.

O cientista Lemaître foi ordenado padre no ano de 1923, atuou como oficial de artilharia na Primeira Guerra Mundial e entre os anos de 1924 e 1925, realizou estudos para embasar seu doutorado, na Harvard College Observatory.

Ao observar as equações de Einstein, ele começou a retratar o universo em expansão. Em 1927, no seu artigo publicado, ele previu que a velocidade de recessão de cada uma das galáxias deve ser proporcional à distância que estão da Via Láctea.

O Asteroide 1565 Lemaître recebeu esse nome em homenagem a Georges. No dia 20 de junho de 1966, ele morreu.

Teoria do Big Bang e a origem dos planetas

De acordo com a teoria do Big Bang, no momento de um trilhão de trilionésimo de segundo depois da explosão, o universo que era denso e quente entrou em processo de expansão com uma rapidez inimaginável aos simples mortais e assim originou o escopo astronômico.

Com o passar do tempo, a expansão continuou só que de maneira mais lenta e enquanto o universo esfriava, havia a combinação entre os elementos. Antes dessa recombinação, o universo era opaco e se tornou transparente para a radiação, também conhecida como radiação cósmica de fundo.

Ao longo do tempo, a matéria acabou esfriando, todos os diversos tipos de átomos foram se formando e casualmente se condensaram e começaram a formar os corpos celestes do universo atual, que são as estrelas, os planetas, os satélites, entre outros.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Macedo, Márcia. Teoria do Big Bang; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/teoria-do-big-bang >. Acesso em 28 de outubro de 2019 às 17:34.

Copiar referência

Outros Artigos de Física

Alicate feito com isolantes e condutores de energia.

Condutores e isolantes

Os materiais condutores e isolantes fazem parte do estudo da […]

Panela no fogão

Condução térmica

A condução térmica é o processo de transferência de calor […]

Modelo atômico.

Carga Elétrica

A carga elétrica é uma propriedade das partículas que estabelece […]

Capacitores

Associação de capacitores

A associação de capacitores é a combinação de vários capacitores […]