Terceira Revolução Industrial

Revolução Técnico-Científica-Informacional ocorrida no século XX

A Terceira Revolução Industrial teve início na segunda metade do século XX quando o mundo passou por profundas evoluções no campo tecnológico, desencadeadas, principalmente, pela união entre conhecimento científico e produção industrial.

As inovações tecnológicas tiveram início com a Primeira Revolução Industrial, ocorrida na Inglaterra, no século XVIII.  

Nessa época houve a criação de diversas máquinas, houve uma migração de pessoas que deixaram o campo para trabalhar nas cidades e a economia mundial se modificou.

Nos anos seguintes, a industrialização se espalhou por diferentes países do mundo com avanços significativos na indústria química e na medicina.

A partir da metade do século XX, com o fim da Segunda Guerra Mundial, a eletrônica surgiu como o centro da modernização que permanece até os dias atuais.

Foi nesse período que surgiram os primeiros equipamentos eletrônicos como televisores, satélites, robôs, computadores, entre outros. Assim começou a Terceira Revolução Industrial, também chamada de Revolução Informacional.

Terceira Revolução Industrial: indústria automobilística
A indústria automobilística foi uma das primeiras a adotar a automação robótica. (Foto: Pixabay)

Especialistas divergem ao afirmar quando teve início a Terceira Revolução Industrial. Para alguns estudiosos, ela teria começado com a descoberta da utilização da energia nuclear do átomo. Outros, no entanto, acreditam que a Terceira Revolução Industrial teve início a partir de 1970, com o surgimento da robótica nas indústrias automobilísticas.

Características da Terceira Revolução Industrial

Após a Segunda Guerra Mundial, o mundo passou por uma série de transformações importantes ligadas, sobretudo, em relação às evoluções tecnológicas. As atividades que mais se destacaram estão ligadas à criação de computadores, robôs, celulares, chips, circuitos eletrônicos, softwares, entre outros.

O uso de tecnologias promoveu a dinamização da produtividade industrial. Ferramentas tecnológicas estão presentes, por exemplo, na indústria automobilística com o uso de robôs na linha de montagem, na agricultura com a modernização de máquinas agrícolas, entre outros.

As telecomunicações também se destacaram nesse período com o surgimento do rádio, da telefonia e da internet, que possibilitaram uma nova forma de comunicação e transmissão de informações. 

O reflexo do avanço nas telecomunicações pode ser percebido nos dias atuais. Esses avanços possibilitaram a facilidade de acesso à televisão, ao telefone, à internet e aos celulares permitem que as notícias sejam dadas em tempo real, as antigas correspondências caíram em desuso dando lugar às mensagens eletrônicas instantâneas.

Desse modo, percebe-se que a Terceira Revolução Industrial influenciou diretamente o modo de produção das indústrias, bem como influenciou no modo das relações sociais.

Entre as principais características da Terceira Revolução Industrial, destacam-se:

  • Uso da tecnologia e do sistema de informática na produção industrial;
  • Aumento da produção industrial com a diminuição dos custos;
  • Aceleração da economia capitalista e geração de emprego;
  • Uso de diferentes fontes de energia, incluindo fontes renováveis e menos poluentes;
  • Preocupação com questões ambientais;
  • Consolidação do capitalismo financeiro;
  • Desenvolvimento da robótica, da engenharia genética e da biotecnologia;
  • Terceirização da economia;
  • Expansão de empresas multinacionais.

Algumas invenções tecnológicas deste período

A Terceira Revolução Industrial possibilitou a criação de diversos produto ligados à tecnologia. Muitos deles inventados a partir da década de 1950 foram aprimorados e perduram até a atualidade.

Conhecida como Revolução Informacional devido ao desenvolvimento da informática, eletrônica e da robótica, foi durante a Terceira Revolução Industrial que foi criado o primeiro computador eletrônico do mundo.

Criado por John Eckert e John Mauchly, em 1947, o primeiro computador pesava 30 toneladas e ocupava uma área de 180 m². Ao longos dos anos, o equipamento foi passando por aperfeiçoamento e, na década de 1990, foi construído o primeiro computador pessoal.

Em 1973, a Motorola criou aparelho celular. Embora outras modelos já tivessem sido desenvolvido anteriormente, O Motorola Dynatac 8000X, foi o aparelho que era realmente portátil. Em 1991, houve a primeira transmissão do novo formato digital de sinal digital de celular, o 2G.

Durante a Terceira Revolução Industrial, houve a criação da precursora da internet. Chamada de Arpranet, quando foi criada a internet nos Estados Unidos, em 1969, sua finalidade era interligar laboratórios de pesquisas. Mas o boom e a popularização da Internet só se deu na década de 1990.

Embora o primeiro foguete tenha sido criado em 1926, pelo norte-americano Robert Goddard, foi no contexto da Terceira Revolução Industrial que engenheiro alemão Wernher von Braun e sua equipe criaram o primeiro foguete de longo alcance.

Desenvolvido para ser usado na Segunda Guerra Mundial, após a criação do foguete de logo alcance, surgiram os mísseis e os propulsores para lançar objetos ao espaço.

Entre as principais descobertas do período estão:

  • Uso da computação e da automação dos processos produtivos;
  • Utilização da energia atômica para produção de eletricidade e na medicina, sobretudo, na biotecnologia e na engenharia genética;
  • Surgimento dos aparelhos celulares, com tecnologias de ponta, como smartphones e tablets;
  • Conquista espacial, com a ida do home à Lua, lançamento de foguetes, criação de estações espaciais, de ônibus, de satélites artificiais, de sondas para estudo de planetas e satélites;
  • Surgimento da internet.
Terceira Revolução Industrial: cabo de dados
Cabo de processamento de dados utilizado nos sistemas de telecomunicações. (Foto: Pixabay)

Consequências da Terceira Revolução Industrial

A Terceira Revolução Industrial trouxe a expansão nas tecnologias de processamento de dado, possibilitando técnicas e métodos revolucionários como o Controle de Qualidade e o Toyotismo – sistema que aumenta a produtividade e a eficiência, evitando o desperdício.

Suas invenções trouxeram também melhorias diretas na qualidade de vida das pessoas, com a criação de produtos que facilitam o dia a dia, dentre os quais podem se destacar: computador pessoal, caixa eletrônico, aparelho celular, tablets, sistema de GPS, entre outros.

Em contrapartida, a aceleração da economia e os avanços tecnológicos trouxeram consequências negativas, como a desvalorização e a exploração da mão de obra.

A crescente substituição do homem pela máquina no processo produtivo ganhou maiores proporções nesse período. Além de ser um complemento de um maquinário cada vez mais amplo e complexo, o homem passou a ser substituído também por softwares.

Nesse período, observa-se também o aumento da terceirização da economia. Esse processo culminou com uma concentração da maioria dos empregos no setor de comércio e serviços. Tal concentração acompanhada da flexibilização, acentuou a precarização das condições do trabalho, contribuindo para a perda de direitos trabalhistas.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

DIAS, Fabiana. Terceira Revolução Industrial; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/terceira-revolucao-industrial >. Acesso em 06 de dezembro de 2019 às 23:00.

Copiar referência

Outros Artigos de História

A China antiga tem uma história muito rica.

China Antiga

A China Antiga tem uma vasta contribuição para o desenvolvimento […]

Causas da Segunda Guerra Mundial

As Causas da Segunda Guerra Mundial formaram um conjunto de […]

Todas as causas da Revolução Industrial foram importantes para o desenvolvimento tecnológico.

Causas da Revolução Industrial

As Causas da Revolução Industrial foram eventos que promoveram muitas […]

Monumento em homenagem aos mortos pelas causas da Primeira Guerra Mundial.

Causas da Primeira Guerra Mundial

Uma das Causas da Primeira Guerra Mundial, a razão que […]