Triângulo das Bermudas

Localizado no Oceano Atlântico, é um local cercado por mistérios

O Triângulo das Bermudas fica localizado no Oceano Atlântico, próximo à costa da Flórida, nos Estados Unidos. Essa região é muito famosa pelos mistérios que a cercam.

A designação Triângulo das Bermudas não aparece em nenhum mapa oficial. Esse nome é usado informalmente após Vincent Gaddis, repórter americano, publicar na revista Argosy uma reportagem cujo título era “O letal Triângulo das Bermudas” abordando os mistérios ocorridos em 1964, naquela região.

O Triângulo das Bermudas é formado nas águas do Caribe e faz a ligação entre três pontos: Flórida, Ilhas Bermudas e Porto Rico.

Mapa da localização do Triângulo das Bermudas. (Foto: Guia Estudo)

Os mistérios do Triângulo das Bermudas

Grandes mistérios cercam essa parte do Planeta Terra conhecido como Triângulo das Bermudas. Essa região tem um tamanho que pode variar entre 1,1 milhão de km² até 3,95 milhões de km²

A origem dos mistérios 

Um dos primeiros casos registrados envolvendo o Triângulo das Bermudas tem a ver com uma expedição de Cristóvão Colombo às Américas, em 1492. Cristóvão Colombo relatou falhas nos instrumentos de navegação, assim como objetos desconhecidos caindo do céu.

Desde essa época, vários navegadores têm receio de navegar por essa região, onde, segundo relatos, aconteceram inúmeros acidentes e naufrágios. Um dos afundamentos conhecidos na época foi o do navegador espanhol Juan Bermúdez, em 1503, que batizou o arquipélago.

Só durante a Segunda Guerra Mundial que o mundo conheceu esses mistérios. Depois do desaparecimento de uma esquadra com cinco bombardeiros norte-americanos – Voo 19 -, essa região do oceano passou a ser chamada de Triângulo das Bermudas.

Esse lugar também foi batizado com outros nomes como: “Mar do Diabo”, “Triângulo Maldito”, “Triângulo da Morte”, “Mar dos Barcos Perdidos”, “Cemitério de Barcos”, “Triângulo do Diabo”, etc.

Existem vários casos registrados de desaparecimentos, naufrágios, acidentes e outros fenômenos. Veja agora alguns registros mais famosos.

1840 – Rosalie

O navio da França, batizado de Rosalie, foi localizado após dezenas de dias desaparecido. A embarcação navegava com as velas fechadas e a carga perfeita, no entanto sem sinais de sua tripulação.

1872 – Mary Celeste

A embarcação Mary Celeste sumiu em novembro, com dez pessoas a bordo. O navio foi localizado em dezembro do mesmo ano, sem nenhum vestígio de tripulantes.

1902 – Freya

O navio alemão Freya ficou um dia desaparecido. Deixou Cuba no dia 3 de outubro e foi encontrado após um dia , no mesmo local de onde havia partido. Porém, sem nenhuma pessoa a bordo: todos que estavam no navio desapareceram.

1918 – Cyclops

O navio Cyclops, carregado com 19.000 toneladas de suprimentos para a Marinha Norte-americana, tinha mais de trezentas pessoas a bordo. Essa embarcação desapareceu juntamente com a carga e seus tripulantes, em mar calmo, sem emitir aviso, mesmo equipada com rádio. O navio saiu do Rio de Janeiro em 16 de fevereiro e sumiu em 4 de março, após uma parada em Barbados.

1945 – Voo 19

Uma esquadra com cinco bombardeiros da Marinha norte-americana levantou voo de Fort Lauderdale, na Flórida, e desapareceu com 14 tripulantes. O caso ficou conhecido como Voo 19 – número de controle no tráfego aéreo. Esse caso tornou o local mundialmente famoso.

1967 – Witchcraft

O navio Witchcraft sumiu em 24 de dezembro de 1967. Esse é considerado um dos casos mais incomuns do Triângulo, essa embarcação fazia cruzeiros marítimos. O paquete estava amarrado a uma boia próximo ao porto de Miami, na Flórida, a 1600 metros da costa.

1999 – Gênesis

O navio cargueiro Gênesis naufragou após deixar o porto de São Vicente. Antes de sumir, a embarcação relatou problemas com uma bomba. Foi feito buscas em uma área de 85.000 km², mas sem sucesso.

Triângulo das Bermudas
Muitas embarcações naufragaram nessa região. (Foto: Pixabay)

Esclarecendo os mistérios

Durante anos, alguns investigadores, jornalistas e sobreviventes de desastres criaram diversas teorias sobre os acidentes no Triângulo das Bermudas. Porém, eles não chegaram a nenhuma conclusão e nem encontraram argumentos que esclarecessem os eventos na região.

Desde a época dos Descobrimentos, os navegadores que passavam pelo Triângulo das Bermudas já sabiam que naquela região eram comuns grandes tempestades e fortes fenômenos meteorológicos. Isso fazia com que muitos navios não chegassem ao seu destino final.

Cientistas seguem pesquisando e entendem que estão cada vez mais perto de resolver esses casos, que transformaram o Triângulo das Bermudas em uma região temida pelos navegadores.

Muitos estudiosos sustentam a ideia de que não existe nada de sobrenatural no Triângulo das Bermudas. Segundo eles, as causas dos incidentes apresentados nos últimos anos foram por conta das condições meteorológicas. Correntes marítimas, formação de ciclones tropicais e furacões podem ter sido os motivos dessas ocorrências.

Entretanto, cientistas americanos e noruegueses defendem a ideia da existência de crateras subaquáticas que tenham provocado os naufrágios. Segundo eles, esses buracos poderiam liberar grandes bolhas de gás metano que, ao chegar à linha d’água, causam avarias nos cascos dos navios.

Curiosidades

  • De acordo com um levantamento realizado pelo World Wide Fund for Nature – WWF, o Triângulo das Bermudas não está entre os lugares mais perigosos para se navegar;
  • A corrente do golfo seria uma das explicações para que muitos destroços não fossem encontrados;
  • Segundo a Guarda Costeira Americana, o número de desaparecimento de embarcações é baixo se comparado ao número de navios que passam na região.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Oliveira, Filipe. Triângulo das Bermudas; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/triangulo-das-bermudas >. Acesso em 28 de outubro de 2019 às 14:56.

Copiar referência

Outros Artigos de Geografia

As Cataratas do Iguaçu é uma das mais exuberantes belezas naturais da bacia Platina.

Bacia Platina

A Bacia Platina, também chamada de bacia do rio da […]

A bandeira do Chile representa o país internacionalmente.

Bandeira do Chile

A Bandeira do Chile possui duas listras de igual tamanho, […]

Bacia Hidrográfica do Atlântico Leste

A Bacia Hidrográfica do Atlântico Leste está entre as doze […]

A folha de bordo compõe a bandeira do Canadá.

Bandeira do Canadá

A Bandeira do Canadá é formada por uma tribanda de […]