Verbos auxiliares em inglês

Ajudam a expressar o tempo gramatical

Os verbos auxiliares em inglês (auxiliary verbs) têm a função de ajudar o verbo principal da frase, sem alterar o sentido.

Partindo do princípio de que a construção de um texto compreensível depende de fatores gramaticais, independentemente do seu idioma, tem-se no Inglês, bem como no Português, os verbos auxiliares, com o propósito de dar flexão ao verbo principal quando este não consegue sozinho.

Os verbos auxiliares ajudam a expressar o tempo gramatical e geralmente aparecem juntos com um verbo principal. Eles formam uma classe fechada em relação às demais classes. Por isso, há um número fixo que, no caso dos verbos auxiliares em inglês, são quatro.

Apesar de serem poucos os verbos auxiliares em inglês, eles figuram entre os verbos mais usados no idioma.

Por isso, é de suma importância saber quais são os verbos auxiliares em inglês para uma correta construção de texto. Confira, abaixo, quais são e como são empregados nas frases.  

Quais são os verbos auxiliares em inglês?

Existem quatro verbos auxiliares em inglês, sendo eles: “be”, “have”, “will” e “do”.

Verbo to be

Esse verbo é muito popular e, na tradução ao pé da letra, quer dizer “ser” ou “estar”. O verbo to be pode aparecer na frase como verbo principal ou verbo auxiliar.

Na função de auxiliar, o verbo to be acompanha outro verbo, que pode estar no presente (is, am e are), passado (was e were) ou futuro (com going to).

O verbo to be pode ser usado para formar frases afirmativas, negativas ou interrogativas. Usa-se a partícula “is” com os pronomes pessoais he (ele), she (ela) e it.

Exemplos:

  • Jhon is happy. (Jhon está feliz).

Comentário: neste exemplo a partícula “is” é o verbo to be com função de verbo principal.

  • He is eating. (Ele está comendo).

Comentário: nesta frase a partícula “is” é verbo to be com função de verbo auxiliar, enquanto o verbo principal é eating (to eat).

Verbo to have

O verbo to have, na sua tradução ao pé da letra, significa “ter”. Seu uso limita-se às frases nos tempos presente e passado.

Quando a frase estiver no presente, o verbo to have será substituído pela flexão “has”, para acompanhar os pronomes pessoais he (ele), she (ela) e it, enquanto que a forma “have” serve para acompanhar os pronomes pessoais I (eu), you (você), we (nós) e they (eles).

Se a frase estiver no passado, o verbo to have deverá ser substituído pela flexão “had” para acompanhar todos os pronomes pessoais.

Nota: para as frases negativas, o verbo to have poderá aparecer nas formas contraídas, como: hasn’t, haven’t e hadn’t.

Exemplos:

  • Afirmativo: we have already been to Canadá. (Nós já estivemos no Canadá).
  • Negativo: she hadn’t shown up yesterday. (Ela não apareceu ontem).
  • Interrogativo: have you visited the Japan? (Você visitou o Japão?).
Verbos auxiliares em inglês
Os verbos auxiliares em inglês são be, have, will e do. (Foto: Wikimedia)

Verbo will

O verbo will exprime ação no futuro. Também pode ser usado para situações em que há concordância com algo ou alguma promessa.

Exemplos:

  • I will go (irei)
  • I will sleep (dormirei)
  • I will be (serei / estarei)
  • I will have (terei)
  • You will be in my heart ( você estará no meu coração).

O verbo will também admite as formas afirmativas, negativas e interrogativas.

Exemplos:

  • Afirmativo: We will go there the day after tomorrow. (Depois de amanhã iremos ali).
  • Negativo: They will not come. (Eles não virão).
  • Interrogativo: Will you take me with my brother? (Vai me levar com meu irmão?).

Verbo to do

O verbo to do é traduzido, ao pé da letra, como “fazer”. Indica o tempo verbal da frase (se presente ou passado) e revela se o sujeito está na terceira pessoa.

Seu uso aplica-se tanto como verbo auxiliar como verbo principal. Como verbo principal, “to do” é usado apenas em frases afirmativas. Na função de verbo auxiliar, é usado na forma negativa das frases (exceto em alguns casos).

O verbo to do possui flexões para indicar presente (do e does) e passado (did). É usado com os pronomes pessoais I (eu), you (você), we (nós) e they (eles).

Para as formas negativas o verbo to do pode ser contraído como: don’t e doesn’t.

Exemplos:

  • Afirmativo: You go to school by car. (Você vai à escola de ônibus).
  • Negativo: Don’t you go to school by car. (Você não vai à escola de ônibus).
  • Interrogativo: Do you go to school by car? (Você vai à escola de ônibus?).

Nota: o verbo to do não é usado como verbo auxiliar quando o verbo principal for “be”; quando houver a presença de outro verbo auxiliar na oração e quando existir alguns dos modal verbs.

Faça a referência deste conteúdo seguindo as normas da ABNT:

Chérolet, Brenda. Verbos auxiliares em inglês; Guia Estudo. Disponível em

< https://www.guiaestudo.com.br/verbos-auxiliares-em-ingles >. Acesso em 30 de janeiro de 2020 às 00:31.

Copiar referência

Outros Artigos de Inglês

frase com verbo to have

Verbo to have

O verbo to have indica posse e é o segundo […]

Mulher lendo

Reflexive pronouns

Reflexive pronouns são os pronomes reflexivos em inglês, utilizados nas […]

Pronomes pessoais em inglês i love you

Pronomes pessoais em inglês

Os pronomes pessoais em inglês (personal pronouns) são termos usados […]

Ordinal numbers

Ordinal Numbers

Ordinal numbers ou números ordinais fazem parte dos primeiros assuntos que […]